1234 Comentário

O que aconteceu com Beth Tomas, a “menina psicopata” dos anos 80

Certamente vocês conhecem essa menina, pois sua história se espalhou rapidamente pelo mundo das redes sociais e a verdade é que todo mundo ficou chocado. O caso de Beth Thomas é digno de ser contado tanto para pessoas que já conhecem a história quanto para pessoas que nunca ouviram falar. Essa história surgiu há alguns anos e se tratava de uma menina que perdeu sua mãe quando tinha apenas um ano de idade. Ela e seu irmão ficaram sob a tutela do pai biológico, que abusou sexualmente das duas crianças.

O que aconteceu com Beth Tomas, a “menina psicopata” dos anos 80 1

Seis meses depois, os médicos identificaram os abusos e as crianças foram acolhidas por uma assistente social. Mais tarde, Beth e Jonathan, seu irmão mais novo, foram adotados por um casal cristão que queria muito ter filhos, mas que não podiam gerá-los. Tudo ia muito bem até que Beth começou a ter estranhos pesadelos, foi aí que eles perceberam que havia algo errado. Beth disse que, em seus pesadelos, um homem “caia em cima dela e a machucava com uma parte dele.”

O que aconteceu com Beth Tomas, a “menina psicopata” dos anos 80 2

Não perca o novo vídeo do nosso canal do Youtube! Caçula de Donald Trump, Barron tem causado incômodo entre os familiares, apesar da pouca idade. Não se sabe como ele vai reagir após passar a adolescência no meio de tanto conflito, dinheiro e poder, mas ele ainda pode causar alvoroço no “clã Trump.” Entenda por quê:

Além disso, Beth se relacionava de forma bastante violenta com seu irmão, com seus pais e com os animais (que ela chegava a matar). Como se fosse pouco, Beth manifestava um comportamento inadequado: ela se masturbava publicamente e de forma excessiva, chegando a sangrar. Seus pais não tiveram outra escolha senão procurar a ajuda de um psicólogo, esse foi o momento em que Beth ficou “famosa”. O vídeo de sua entrevista correu pelo mundo inteiro, chegando a passar pelos pontos mais remotos do planeta.

O que aconteceu com Beth Tomas, a “menina psicopata” dos anos 80 3

O Dr. Ken Magid, um psicólogo clínico especialista em tratamento de crianças vítimas de abuso sexual grave, foi o encarregado pela entrevista. Desse modo, ele descobriu algo que agora é objeto de estudo em todas as faculdades de psicologia. Através da entrevista é possível ver que Beth tem o desejo de matar seus pais e seu irmão, e inclusive, admitiu tranquilamente ter maltratado seu irmão pequeno fisicamente.

O que aconteceu com Beth Tomas, a “menina psicopata” dos anos 80 4

Tendo em conta todos estes fatos que ela estava narrando, Beth também reconheceu não sentir nenhuma culpa ou remorso, sempre adotando um tom de voz frio e calmo, como se nada tivesse acontecido. Quando foi perguntada sobre o por quê de seus atos, ela disse que queria que todos sentissem o que ela sentiu no passado com seu pai biológico. Da mesma forma, quando foi dito a ela que todas estas coisas podem causar dor nos outros, ela disse que sabia e que era isso que queria.

O que aconteceu com Beth Tomas, a “menina psicopata” dos anos 80 5

Finalmente, os médicos decidiram que era melhor interná-la em um centro de tratamento para crianças com distúrbios comportamentais. Ela foi diagnosticada com grave transtorno de apego, o que a fazia ser incapaz de estabelecer relações saudáveis e adequadas, nem de sentir qualquer empatia por qualquer um e de manifestar reações típicas da sociopatia ou psicopatia. Beth não foi diagnosticada como "psicopata" porque naquela época esse transtorno de personalidade dissocial não havia sido registrado.

O que aconteceu com Beth Tomas, a “menina psicopata” dos anos 80 6

Seguindo regras muito restritas e ordenadas, Beth ficou trancada em um quarto onde era preciso pedir permissão para tudo, desde ir ao banheiro até beber um copo d'água. Com o passar do tempo, Beth foi gradualmente melhorando, até se tornar uma pessoa consciente das consequências de suas ações. Seu caso serviu para comprovar os terríveis transtornos que podem causar os maus-tratos físico e psicológicos em uma idade precoce.

O que aconteceu com Beth Tomas, a “menina psicopata” dos anos 80 7

Atualmente, Beth leva uma vida completamente normal e trabalha como enfermeira. Seus méritos profissionais a fizeram ganhar vários prêmios. A recuperação psicológica de Beth foi alcançada, tornando-a consciente de suas ações, aumentando sua autoestima e a fazendo conseguir construir hábitos e condutas sociais funcionais, como aceitar certas regras e pode gerenciar, canalizar e compreender o motivo da sua ira. Embora valha a pena ver o documentário completo, vamos deixar aqui uma parte da entrevista.

Se gostou deste artigo, nos deixe um comentário, compartilhe com todos e nos acompanhe também no Instagram!
Imagens: YouTube/ Twitter

Não perca o novo vídeo do nosso canal do Youtube! A Tafofobia (a fobia de ser enterrado vivo) pode parecer irracional para alguns porque é algo extremamente improvável de acontecer, ainda mais hoje em dia. Contudo, nada é impossível e a sorte ajuda quem está preparado. Saiba como sobreviver a essa situação cinematográfica no nosso novo vídeo:

1209
O que você acha?! Juntar-se à conversa
As REGRAS MALUCAS das BABÁS de KYLIE JENNER
Heloísa Rodrigues
Heloísa Rodrigues 08/12/16 07:26
Foi desse caso que tu comentou Mayanne Cavalcante?
Mayanne Cavalcante
Mayanne Cavalcante 08/12/16 07:26
Foi sim. Essa mesma!
Mayanne Cavalcante
Mayanne Cavalcante 08/12/16 07:26
Foi sim. Essa mesma!
Josynnara Silva
Josynnara Silva 07/12/16 07:27
valha amiga, nem lembrava mais acabei de ler, e que história viu ,kk, passada
Camilla Barros De Oliveira
Camilla Barros De Oliveira 06/12/16 07:27
Cleide Ferreira Sales
Yngrid Evangelista Da Cunha
Yngrid Evangelista Da Cunha 06/12/16 07:27
Yasmin Evangelista Cunha
Julia Mercedes
Julia Mercedes 06/12/16 07:27
Eu já li esse Veja o filme !
Celine Livramento
Celine Livramento 06/12/16 07:27
Carlos Augusto Castilho Adelcimara Vasques Menandes Castilho
Silas Meneses
Silas Meneses 06/12/16 07:27
Pobre vítima de um monstro.
Felipe Antônio
Felipe Antônio 06/12/16 07:27
um lixo que faz isso com uma criança não pode ser chamado de pai, tem que ser psicopata msm, tem que fazer as pessoas que fazem isso, desejar estar morta...
Beatriz Pozatto
Beatriz Pozatto 06/12/16 07:27
Rafael Sitta Marques
Sabrina Fonseca
Sabrina Fonseca 06/12/16 07:27
Já tinha visto esse texto... Vc deve saber pq me interessou...rs
Sabrina Fonseca
Sabrina Fonseca 06/12/16 07:27
Por isso que penso que por trás de um mal comportamento de criança, há um adulto mal.
Luana Carneiro
Luana Carneiro 06/12/16 07:27
Washington Melgaço olha issooooo
Ariana Lana
Ariana Lana 06/12/16 07:27
tive pesadelos Beatriz Barbosa Larissa Medeiros Ana Flávia
Ariana Lana
Ariana Lana 06/12/16 07:27
primeira impressão 0
Ariana Lana
Ariana Lana 06/12/16 07:27
primeira impressão 0
Ana Cláudia Estevam
Ana Cláudia Estevam 06/12/16 07:26
Leia Farias. Essa é a menina psicopata que eu havia falado pra vc.
Leia Farias
Leia Farias 06/12/16 07:26
Ah.. entendi...meu Deus que horror né!
Leia Farias
Leia Farias 06/12/16 07:26
Ah.. entendi...meu Deus que horror né!
Ana Raquel
Ana Raquel 06/12/16 07:26
Amiga Josynnara Silva já te falei sobre esse caso! Tu já assistiu?
Josynnara Silva
Josynnara Silva 07/12/16 07:27
valha amiga, nem lembrava mais acabei de ler, e que história viu ,kk, passada
Vanessa de Marchi
Vanessa de Marchi 06/12/16 07:26
Viviane Cassia ja te falei dessa menina eu acho
Viviane Cassia
Viviane Cassia 06/12/16 07:26
Ja sim e eu tbm ja vii
Viviane Cassia
Viviane Cassia 06/12/16 07:26
Ja sim e eu tbm ja vii