Incrível!Polêmico

Publicado 2017-03-06
908 Comentário

O Necronomicon, considerado o livro mais perigoso da humanidade, foi revelado...

O autor estadounidense H. P. Lovecraft, através de diferentes romances, descobriu um livro contendo fórmulas mágicas para invocar o sobrenatural, além de dominar completamente a relação espaço-tempo. Muitas pessoas têm tentado encontrar uma cópia impressa deste livro misterioso, mas não foram bem sucedidas. Este livro é considerado por especialistas como um dos mais perigosos da humanidade. As ideias horríveis e mistérios obscuros escondidos em suas páginas, podem levar os leitores à demência ou à morte.

O Necronomicon, considerado o livro mais perigoso da humanidade, foi revelado... 1

Seu nome é Necronomicon: Além de profecias agourentas, o livro contém feitiços, que nas mãos erradas podem causar danos irreparáveis. É um livro que revela a realidade aterrorizante da história do mundo, juntamente com rituais obscuros que fariam o seu cabelo ficar em pé. Lovecraft, por meio de seus romances, despertou o interesse de seus seguidores no Necronomicon. Ao longo do tempo a sua existência tem sido discutida, mas temos a confirmação de que ele existiu aqui...

O Necronomicon, considerado o livro mais perigoso da humanidade, foi revelado... 2

Especialistas têm teorizado sobre este livro e, ao longo dos anos, têm aparecido muitas cópias falsas do mesmo. Novamente, para saber sobre isso, teremos de olhar para Lovecraft. Necronomicon de Lovecraft é uma obra de ficção, mas na introdução do livro há pistas sobre a verdade que existe por trás de sua história. De acordo com muitos especialistas, Lovecraft estava ciente de que não era apropriado divulgar essa verdade através de sua ficção. Por isso ele foi tão cuidadoso, não dando tantas informações.

O Necronomicon, considerado o livro mais perigoso da humanidade, foi revelado... 3

Lovecraft disse que o Necronomicon foi escrito em 700 por um árabe louco, chamado Abdul Al-Hazred em Damasco. Ele também era conhecido como Ibn al-Rawandi ou Rhazes. Rhazes nasceu em 827 no norte do Afeganistão. Sua religião era o Islã e ele estudou sufismo, árabe e gnosticismo cristão. Ele escreveu vários livros, tanto sobre teologia como sobre filosofia, dos quais apenas existem pequenos fragmentos. Mas o que se sabe é que este livro foi o culminante de todo o mal no mundo...

O Necronomicon, considerado o livro mais perigoso da humanidade, foi revelado... 4

Depois de vários anos estudando o ocultismo, Rhazes começou a fazer peregrinações em lugares remotos e selvagens. Ele passou vários meses com um professor desconhecido antes de desaparecer por mais de 10 anos no deserto vermelho do Rub 'al Khali. Ele disse que viveu durante esse tempo na cidade perdida mítica de Iram, onde estudou ensinamentos antigos e secretos. Em seguida, ele viajou para o Egito e visitou suas cidades mais importantes: Alexandria, Cairo e Memphis. Rhazes dedicou o resto de sua vida para as ciências ocultas e escreveu seu livro, "Al Azif".

O Necronomicon, considerado o livro mais perigoso da humanidade, foi revelado... 5

O livro foi proibido por seu conteúdo e todas as cópias conhecidas foram destruídas. No início de 1100, Al Azif foi traduzido para o grego, provavelmente no mosteiro de St. Paul, o eremita no Egito, sob o nome de Necronomicon. Em 1211, a tradução grega foi banida e todas as cópias conhecidas foram queimados por ordem do patriarca de Constantinopla, Michael IV. Por que os exemplares foram condenados à destruição? O que escondia este livro? Com certeza trazia algo muito perigoso em suas páginas.

O Necronomicon, considerado o livro mais perigoso da humanidade, foi revelado... 6

No início do século XIV, o Al Azif foi traduzido para o latim pelo Arnaldo Vilanova. Em 1389, o Papa Bonifácio IX proibiu todos os livros relacionados com Al Azif. A ordem dada era para queimar todas as cópias encontradas, mas diz-se que a tradução grega do Necronomicon chegou à Rússia na queda de Constantinopla, em 1453. Sendo assim, o livro maldito, que continha todo o mal do mundo, aparentemente, permaneceu na biblioteca privada do czar até a queda do império Romanov, em 1918.

O Necronomicon, considerado o livro mais perigoso da humanidade, foi revelado... 7

Há até mesmo rumores de que Rasputin tinha um desses livros, presente da terceira esposa do czar Nicolau. Apenas se conhece a cópia do texto original em árabe "Al Azif" e a tradução grega, que foi banida, destruída ou roubada quando os beduínos saquearam o mosteiro de St. Paul e sua biblioteca foi incendiada em 1448. Em 1541, o alquimista alemão Teofrasto Paracelso produziu sua própria tradução para o alemão. Para esse livro ter sido traduzido foi porque ele continha algo incrível...

O Necronomicon, considerado o livro mais perigoso da humanidade, foi revelado... 8

Uma cópia do livro de Paracelso foi obtido pelos suecos em Praga em 1648, mas provavelmente foi destruída no grande incêndio no palácio real em Estocolmo, em 1697. Além disso, no século XVII, o místico John Dee traduziu o livro para o inglês. O texto não foi publicado até depois de sua morte. Outra das versões mais populares se chama Simon Necronomicon, de Avon Books em 1977. Este livro é uma versão mais leve, mas ainda descreve coisas fascinantes. É considerado um livro com passagens mitológicas do oriente médio antigo, mas sabemos que essa não é a verdade.

O Necronomicon, considerado o livro mais perigoso da humanidade, foi revelado... 9

E se eu lhe disser que você pode lançar bolas de fogo ou dominar as águas? O livro ensina você a fazer. Além disso, você pode controlar as mentes dos outros, tornar-se invisível e até mesmo se transformar em um animal. O pior é o capítulo de venenos e rituais pagãos. As razões pelas quais eles decidiram criar sua própria versão do Necronomicon é desconhecida, mas muitos disseram que era algo muito além do simples objetivo de fazer dinheiro.

O Necronomicon, considerado o livro mais perigoso da humanidade, foi revelado... 10

O livro tratava da mitologia suméria, mas realmente estava com a mitologia da Babilônia e sua introdução procurou identificar as criaturas primitivas e outras introduzidas nos mitos de Lovecraft como deuses e demônios sumérios e babilônios. As histórias do livro eram uma mistura de mitos da Mesopotâmia e uma história sobre um homem desconhecido chamado de "árabe louco". Além disso, malefícios e rituais para a vida eterna são descritos com clareza. Apesar de ser mais leve, não deixa de ser assustador.

O Necronomicon, considerado o livro mais perigoso da humanidade, foi revelado... 11

Todas as cópias conhecidas são mantidas escondidas e indisponíveis. Qualquer tentativa de espalhar o conteúdo do Necronomicon termina em tragédia porque os acidentes são atribuídos à maldição que parecem acompanhar o livro. O Necronomicon ainda é procurado por algumas pessoas, enquanto outras aceitaram como autêntica uma das versões recentemente publicadas e o que é pior, passaram a colocar em prática os seus rituais.

Se gostou deste artigo, nos deixe um comentário, compartilhe com todos e nos acompanhe também no Instagram!
Fotos: StarStock/ Imgur

O Necronomicon, considerado o livro mais perigoso da humanidade, foi revelado... 12

Não perca o novo vídeo do nosso canal do Youtube! A tecnologia para viagens ao espaço está evoluindo e é possível que se tornem populares dentro de poucas décadas! Contudo, o corpo humano não evoluiu para se adaptar ao espaço e isso pode causar complicações... Com a falta de gravidade, comida ruim e 10 vezes mais radiação que na Terra, o que acontece com o corpo humano quando vamos para o espaço? Confira:

196
O que você acha?! Juntar-se à conversa

Os estranhos conselhos sexuais de um livro que foi escrito há 300 anos
10/05/18 06:03
Gostava de o ter nas minhas maos ;-)
09/05/18 06:03
É so fantochada
09/05/18 06:03
Faz lembrar o São Cipriano
09/05/18 06:03
Não sei como o mundo vai ficar mais perigoso !!! Só falta rebentar a bomba nuclear no planeta !!!os livros não São perigosos ,o perigo é o ser humano .....
09/05/18 06:03
O livro mais perigoso e código da Estrada. Todos os dias morre milhares de pessoas por estas estradas do mundo
09/05/18 06:03
Eu acredito no q vejo....embora ja tenha visto o pai natal ainda destingo
09/05/18 06:03
Não é acreditar, é conhecer o bem e o mal e descernir o qual melhor caminho para evitar o mal e fazer o bem , que a sua sabedoria a guiará , mas é as suas escolhas que lhe orientará o caminho que desejar.
09/05/18 06:03
É isso, os tarados doa russos, dos jugoslavos, dos chineses, dos vietnamitas, dos coreanos, doa cubanos e dos venezuelanos, por exemplo, e os tarados dos muçulmanos, se quisermos entrar por aí, leram contos infantis, por isso é que fizeram assim tanto bem à humanidade...
09/05/18 06:03
Os livros nao tem poder ,poder tem os homens, e quanto a deus ou diabo, foi criado para mover massas humanas incultas na epoca das grandes crusadas, estamos jogados e sozinhos neste mundo
09/05/18 06:03
Jonathan Salim gnosticismo é dúvida da existência de Deus .
09/05/18 06:03
Thomaz Aires pois é mesmo para que as pessoas tomem conhecimento do que é o mal e o que se faz porque teem o livre arbítrio e Deus mostra o que acontece se não cumprem o seu ensinamento e seguem os maus caminhos : somos livres de escolher por isso Deus nos dotou de :: discernimento, sabedoria, conhecimento, informação, para bem usarmos o livre arbítrio ou seria-mos marionetes na mão de Deus e que ELE próprio não quer, pois criou-nos para sermos livres e seguir-mos os seus mandamentos/ensinamentos e sermos felizes por nossa escolha, basta-nos a nós sabermos escolher e acreditar no SEU AMOR, sabendo bem interpretar a Bíblia ( por isso Deus nos mostra o bem e o mal e nós " pelo livre arbítrio " escolhemos e seguimos os Seus ensinamentos através dos profetas e Jesus.
09/05/18 06:03
Meu amigos é como disse anteriormente, não crítico crenças, etnias, opções sexuais, generos, Tcs.... Crítico sim seres humanos hipocritas, sem escrúpulos, sem um pingo de humanidade. Caráter não é algo que se define pela religião. E como disse anteriormente e pelos viso aplica se a ambos...por que apesar das diferentes crenças tem MT em comum.... Criticar as opções alheias ou fazer valer as suas falando mal dos outros não nos torna melhor que eles...
09/05/18 06:03
Mais um fato para embaracar uma Sociedade que se alimenta de alienação e não tem limite até onde parar. A Sociedade deveria buscar fazer O bem de deixar de ir atrás de besteiras escrita por um débil mental.
08/05/18 06:03
Nao a nada mais perigoso q o homem.
08/05/18 06:03
Esse livro kero eu...
08/05/18 06:03
Pedro Henrique Mendes Toretto se liga
08/05/18 06:03
08/05/18 06:03
Janyni Duz,será que e vdd?
08/05/18 06:03
Eu creio num Deus impessoal, q nao é um velhinho barbudo como diz a Igreja. A Biblia, é muito contraditória, e nos mostra em sua estrutura, um Deus vingativo, autoritário e sem amor, diferente do Deus q eu creio. Albert Einstein, q nunca deu uma fora, disse:” Acreditar de q, o q está na Bíblia é a Palavra de Deus, é a demonstração mais explícita das fraquezas humanas” E eu estou com ele e não abro mão!
08/05/18 06:03
O Necronomicon é uma criação literária do escritor de terror Howard Phillips Lovecraft que se tornou uma referência usada por muitos autores posteriormente, inclusive no cinema. Ou seja: Esse livro nunca existiu!