Incrível!DicasVida Saudável

Publicado 2017-07-25
7 Comentário

9 hábitos do cotidiano que são um perigo constante para seus rins...

Os rins são dois órgãos em forma de feijão, localizados na parte posterior e superior da cavidade abdominal, bem abaixo da caixa torácica, um de cada lado da coluna vertebral. Eles são responsáveis por desintoxicar o sangue e ajudam o corpo a filtrar os resíduos e eliminá-los pela urina. Outra função importante é eliminar o excesso de água do corpo, embora também a retenha quando necessário. Há um grande número de razões que provocam problemas renais, muitos deles devido a hábitos que as pessoas adotam diariamente. Por isto, hoje listaremos 9 hábitos que você provavelmente faz e que deveria parar agora por amor aos seus rins!

1. Não esvaziar a bexiga a tempo

1. Não esvaziar a bexiga a tempo

Manter a bexiga cheia durante muito tempo ou segurar o impulso de urinar é uma das principais razões por trás dos danos renais. Quando a urina permanece na bexiga por muito tempo pode fazer com que as bactérias que se reproduzam ali e se multipliquem. Por sua vez, este hábito pode causar uma infecção urinária ou renal. Além disso, retê-la aumenta a pressão sobre os rins e pode conduzir a uma insuficiência renal ou incontinência urinária. Se você costuma segurar a vontade de urinar, é hora de se corrigir para benefício dos seus rins. Não importa o quão ocupado(a) você esteja, deu vontade de fazer xixi, corra para o banheiro!

Saiba mais dicas para melhorar a saúde dos seus rins nas próximas páginas.

1. Não esvaziar a bexiga a tempo 1

2. Não beber água suficiente

A função principal dos rins é eliminar os resíduos metabólicos do corpo e regular a produção de eritrócitos. Quando o corpo carece de água, ocorre um baixo fluxo de sangue aos rins porque este fica mais concentrado, o que dificulta sua capacidade de eliminar as toxinas do corpo, podendo gerar problemas de saúde. Um adulto saudável deve beber pelo menos de 10 a 12 copos de água diariamente para manter os rins e o corpo bem hidratado. Porém, tomar água em excesso também pode ser prejudicial, por isso você não deve cometer excessos ou beber pouca água. Deve haver um balanço.

2. Não beber água suficiente

3. Alta ingestão de sal

Os rins metabolizam 95% do sódio consumido através dos alimentos, mas se a ingestão é muito alta, eles precisarão trabalhar muito mais para excretá-lo. Isto, por sua vez, pode conduzir à diminuição da função renal, causando retenção de líquidos no corpo. Essa retenção pode aumentar a pressão arterial e o risco de desenvolver alguma doença. Os estudos demonstram que o sal aumenta as proteínas na urina, um dos principais fatores de risco de doenças renais. A quantidade recomendada não ultrapassa os 5 gramas ao dia. Considere que uma colherzinha de sal já equivale a 6 gramas.

Continue lendo as páginas seguintes e aprenda a cuidar do bom funcionamento dos filtros do nosso corpo.

3. Alta ingestão de sal

4. Uso regular de analgésicos

Muitos de nós costumamos tomar analgésicos sem receita para controlar a dor e reduzir a febre e inflamação, porém, isto danifica diferentes partes do corpo, incluindo os rins. Os medicamentos reduzem o fluxo sanguíneo aos rins e deterioram seu funcionamento. Por outro lado, seu uso a longo prazo pode chegar a causar uma doença séria chamada nefrite intersticial crônica. Se tem consciência de que tem problemas renais, não tome comprimidos sem consultar um médico. Inclusive, se seus rins estão funcionando corretamente, não precisa exceder a dose recomendada nem reduzir o tempo do tratamento.

4. Uso regular de analgésicos

5. Alta ingestão de proteína

Um dos papéis mais importantes dos rins é metabolizar e excretar nitrogênio pelos produtos da digestão das proteínas. Uma ingestão exagerada incrementa a carga metabólica deles, aumentando cronicamente a pressão glomerular e a hiperfiltração, causando problemas renais sérios. Portanto, tente limitar o consumo de carne vermelha. De fato, aqueles que padecem de algum problema renal deve evitá-la por completo, pois pode piorar sua condição.

Saiba mais dicas nas próximas páginas...

5. Alta ingestão de proteína

6. Consumo de álcool

Beber com moderação não é algo ruim, mas em excesso causa um dano significativo. O álcool é uma toxina que atinge significativamente os rins e o fígado. Quando se consome em alta quantidade, faz com que o ácido úrico seja depositado nos túbulos renais, conduzindo a uma obstrução tubular. Por sua vez, isto causa risco de insuficiência renal, desidratação e outras doenças relacionadas aos rins. Se não puder evitar o consumo de álcool, beba com moderação. Nos homens, é considerado saudável até duas doses de bebida alcoólica por dia, enquanto para mulheres e idosos somente uma.

6. Consumo de álcool

7. Muita cafeína

A cafeína pode causar pressão alta, que por sua vez afetará os rins. Um estudo publicado em 2002, em Kidney International, diz que o consumo de cafeína tem uma forte ligação com os cálculos renais, pois aumenta a excreção de cálcio na urina. Em quantidades moderadas não apresenta nenhum problema para a maioria das pessoas, mas deve-se limitar o consumo de outras fontes de cafeína, como refrigerante, bebidas energéticas, chocolate, achocolatado e alguns medicamentos.

Siga em frente e aprenda a reconhecer fatores que estão fazendo mal à sua saúde na última página...

7. Muita cafeína

8. Ignorar infecções simples

Fazer pouco caso de algumas infecções como resfriado, gripe, tosse, faringite, amigdalite e outras, também podem causar um dano enorme aos rins. De fato, as pessoas que sofrem de transtornos renais não costumam descansar bem quando ficam doentes, sendo ainda mais sensíveis às mudanças climáticas. As bactérias ou vírus que causam infecções podem prejudicá-los se o tratamento não for realizado a tempo. As próximas vezes que sofra de alguma doença típica, não demore demais em tratá-la. Tome os antibióticos corretamente e descanse até que se sinta melhor.

8. Ignorar infecções simples

9. Insônia

Devido ao atual estilo de vida, muitas pessoas ignoram a importância do sono, mas é recomendável dormir de 6 a 8 horas por dia. Durante a noite, acontece a renovação dos tecidos dos órgãos, portanto, se não dorme o suficiente, interrompe o processo e causa grande prejuízo aos rins e outros órgãos. Os estudos apontam que as noites de insônia causam pressão alta e arteriosclerose (obstrução das artérias), o que aumenta também o risco de doenças renais. Escolha um hábito de sono saudável e mantenha um bom equilíbrio entre trabalho e descanso. Proteja seus rins e terá uma vida saudável!

Se você gostou deste artigo, compartilhe com seus amigos e não se esqueça de curtir nossa página no Facebook!
Fonte: StarStock

9. Insônia
80
O que você acha?! Juntar-se à conversa
A vida de BRAD PITT após o divórcio de ANGELINA JOLIE
Lilia S. B. Kobata
Lilia S. B. Kobata 28/07/17 06:03
Andrey Bonfim Kobata
Pablo Sebadelhe
Pablo Sebadelhe 27/07/17 06:03
Geórgia Mendes Silveira
Diogenes Schweigert
Diogenes Schweigert 27/07/17 06:03
Teresinha Schweigert
Adriele Ellen
Adriele Ellen 27/07/17 06:03
Marcelo Adriele Duarte
Francisca C Cruz
Francisca C Cruz 26/07/17 06:03
Eu tenho um dos rins totalmente fora de lugar e completamente diferente dos demais rins de outras pessoas.Mas até hoje isso nunca me afetou.
Rosemere Morales
Rosemere Morales 26/07/17 06:03
Marcos Paulo Ferreira
Sandra Alves
Sandra Alves 26/07/17 06:03
Nilza Alves da Silva