Incrível!

Publicado 2017-09-08
503 Comentário

"O amante de cães", César Millán, tentou se suicidar quando soube que seu cachorro morreu de câncer…

Todo mundo que teve a oportunidade de conhecer um homem chamado César Millán sabe da sua grande habilidade com cães. Ele é capaz de reabilitar até os cães mais agressivos e se tornou famoso em todo o mundo por seu show "O amante de cães", um reality show do National Geographic que estava no ar de 2004 a 2012, mas atualmente ainda está sendo reprisado. Cesar resolvia os problemas que muitas famílias estavam passando com seus cachorros, porém, antes do encerramento do programa, ele teve uma profunda depressão.

Em fevereiro de 2010, seu pit bull chamado "Daddy", com quem ele teve um vínculo muito forte, morreu. Para piorar as coisas, um mês depois, ele também soube que sua esposa, com quem ele era casado há 16 anos, planejava pedir um divórcio. Quando chegou o mês de Maio do mesmo ano, ele tentou se suicidar. Isso mostra que o que aparece na televisão nem sempre mostra a realidade, e que as pessoas enfrentam um grande número de lutas pessoais que podem levá-las a fazer coisas horríveis.

Se você quiser saber todos os detalhes, continue a ler na próxima página...

"Eu me senti derrotado, com um grande sentimento de culpa e fracasso ... Eu estava no nível mais baixo, emocional e psicologicamente", escreveu César em Junho em seu site. No documentário "César Millán: a história real", ele publicamente falou pela primeira vez sobre a sobredosagem de pílulas que o deixou hospitalizado e quase tirou a sua vida. Felizmente, seu corpo rejeitou os antidepressivos e César conseguiu sobreviver. César tinha uma nova oportunidade de ter uma nova vida: escolheu praticar exercícios e, com disciplina e força, conseguiu sair da depressão. Outro pitbull chamado Junior entrou em sua vida, embora ele ainda lembre com carinho é saudade de Daddy.

"Daddy era minha fonte de tranquilidade", disse Millán. O mexicano de 48 anos ganhou fama em 2004, quando seu show "Dog Enchantress" tornou-se um dos melhores da National Geographic. Millán cresceu em Culiacan, a maior cidade do estado de Sinaloa, e trabalhou na fazenda do seu avô na esperança de se tornar o melhor treinador de cães do mundo. Aos 21 anos, ele só era incapaz de falar inglês, atravessou a fronteira e morava nas ruas por dois meses, antes de conseguir um emprego como cabeleireiro canino.

Não perca o que aconteceu na próxima página...

Ele teve a chance de conhecer Jada Pinkett Smith, a esposa de Will Smith, e eles se tornaram amigos íntimos. Jada o contratou e lhe pagou um professor de inglês quando soube que queria voltar à TV. À medida que sua popularidade crescia, sua vida profissional e pessoal tornava-se cada vez melhor: ele se tornou autor, fez aparições nos filmes e na televisão, e sua esposa (que pensava em divórcio) deu à luz a dois filhos e o casamento continuou firme e forte. César encontrou um novo amor em sua vida que também o ajudou muito, e a este amor ele chama de "único".

Jahira Dar vive com César e seu filho mais novo em Los Angeles. "É raro que qualquer pessoa com seu nível de popularidade esteja disposta a abrir-se plenamente e compartilhar a luta e as dificuldades que tiveram para encontrar sucesso e felicidade", disse Geoff Daniels, vice-presidente executivo e gerente geral da National Geographic Wild. "César não deixou nada para trás e tenho certeza de que nossa audiência se sentirá ainda mais perto dele por isso". Além de ter seu casamento restituído, seu trabalho também o ajudou a esquecer o passado.

Saiba mais o desfecho dessa história na página seguinte.

Quando tentou se suicidar tomando um frasco inteiro de comprimidos, ele pensava que todo seu império (que incluía livros publicados, programas de TV e outros shows teatrais) não servia de nada, pois ele não era o mesmo com tantos problemas a sua volta. Hoje, feliz em ter sobrevivido, César conta com alegria tudo que conseguiu de volta: Desde então, ele dirige um complexo de reabilitação, o Centro de Psicologia para Cães, em uma fazenda de Santa Clarita, uma revista e uma fundação filantrópica, além de vender sua própria linha de produtos para cães, que incluem CDs e DVDs instrucionais.

Ele publicou não menos do que sete livros e também lidera um outro programa chamado "O líder da matilha", onde ajudou a encontrar uma casa para cães abandonados. Apesar de ter apenas um ano do acontecido, voltar ao trabalho serviu para protegê-lo ainda mais da depressão e o capacita como treinador de cães. César ensina que todos nós passamos por períodos escuros nas nossas vidas, mas o importante é não desistir pois a tristeza pode durar uma noite inteira, mas a alegria vem pela manhã. Como você lida com situações difíceis em sua vida? Nos deixe um comentário!

Compartilhe este artigo com todos e não esqueça de curtir nossa página do Facebook!
Fonte: Instagram

1119
''Pombos traficantes'' são detidos carregando drogas
O que você acha?! Juntar-se à conversa
Vinicius Fernandes
Vinicius Fernandes 28/09/17 06:10
Eu li uma reportagem ano passado que ele tinha morrido de problemas cardiacos...
Claudia Soares
Claudia Soares 28/09/17 06:09
Bom dia meu jovem. Não cabe a nós julgar....., e cada um sabe de si. Seja mais solidário e mais amor no coração ,!!
Nicole Pires
Nicole Pires 27/09/17 06:08
André Guilherme C K poxa...
Luiz Felippe
Luiz Felippe 27/09/17 06:08
Elizabeth Evelyn Celano
Raiza Souza
Raiza Souza 27/09/17 06:08
Caramba, eu nem imaginaria. O admiro muito. Que bom que deu tudo certo no final
Ana Lucia Binatti Barbais
Ana Lucia Binatti Barbais 27/09/17 06:08
Hugo Navarro de Souza
Acilede Gomes
Acilede Gomes 27/09/17 06:08
Espero que se recupere
Luiz Augusto Santos Rodrigues
Luiz Augusto Santos Rodrigues 27/09/17 06:08
A notícia é tão falsa que ate o nome do programa está errado.
Venúsia Neiva
Venúsia Neiva 27/09/17 06:08
Ninguém pode julgar a dor de Ninguém!CADA um sabe onde lhe aperta o coração com mais Força!Nos nunca saberemos o que se passa realmente com as emocoes dos outros.Cada um sente de um jeito!Que mania tem o ser humano de julgar e classificar os !outros !
Luiz Fernando A. Ciccolani
Luiz Fernando A. Ciccolani 27/09/17 06:08
Falou pouco mas falou bosta!
Ligia Godoy
Ligia Godoy 27/09/17 06:08
Eu perdi minha cachorrinha há 20 dias....estava doentinha e mui velhinha....estava em tratamento mas não foi possível salva- la....estou arrasada....vivia sempre seguindo os meus Passos,...dormia junto comigo abraçada...e agora não a vejo mais ....é muita saudade...
Jéssica Góes
Jéssica Góes 26/09/17 06:08
Wladimir Silmara Lima
Priscila Tenório
Priscila Tenório 26/09/17 06:08
Mateus Tenório Ester Lucinda Pedro Ivo Oliveira
Benn Bertemes
Benn Bertemes 26/09/17 06:08
Jessica Romancini F Bertemes
Tatiana Jiménez
Tatiana Jiménez 26/09/17 06:08
Não sabia, foi quando o Daddy morreu. Cachorro muito especial.
Phelipe Vergara
Phelipe Vergara 26/09/17 06:08
Gloria Araujo Juliana Mattos sabiam disso?
Gloria Araujo
Gloria Araujo 26/09/17 06:08
A gnt viu isso outro dia !! Mas ficamos nos questionando se é verdade !
Gloria Araujo
Gloria Araujo 26/09/17 06:08
A gnt viu isso outro dia !! Mas ficamos nos questionando se é verdade !
Rosemari Oliveira
Rosemari Oliveira 26/09/17 06:08
Eu sei que é triste perdi 2 em menos de um ano até hoje choro
Maria De Lourdes Ortale
Maria De Lourdes Ortale 26/09/17 06:08
Mulher a gente troca, mas o animal é tudo.
Rosemari Oliveira
Rosemari Oliveira 26/09/17 06:08
Perdi 2 em menos de 1 ano ainda. Choro