Incrível!Polêmico

Publicado 2017-10-31
0 Comentário

Os parques abandonados e AINDA vigiados da Disney, com entrada proibida

O Walt Disney World, o famoso parque da Disney, é aproximadamente o tamanho de São Francisco. Além disso, o parque é maior do que 11 nações independentes, como o Vaticano e Mônaco, por exemplo. É por causa de todo esse tamanho que não é estranho pensar que possa haver alguns lugares dentro de suas fronteiras que podem ser estritamente proibidos aos hóspedes. Mas por que será que essas áreas estão isoladas? Sabemos que mesmo sem acesso ao público, elas ainda continuam sob vigilância dos guardas do parque...

A Ilha das descobertas / Discovery Island

Originalmente, o parque “Ilha das Descobertas” que foi chamado de Ilha do Tesouro, foi comprado pela Disney em 1965 como parte do plano de concentração de terras para a construção do Walt Disney World. Quando o parque abriu em 1974, chamado de Ilha do Tesouro, foi construído com o princípio de ser um lugar para observar animais selvagens. O nome foi alterado em 1976 e em 1978, tornou-se um parque zoológico credenciado pela Associação de Zoológicos e Aquários dos Estados Unidos.

Mesmo abandonado, um grupo conseguiu acessar o parque...

Os hóspedes puderam admirar sua população de animais e plantas até que o parque foi fechado, em 1999, quando os animais foram transferidos para o parque temático “Animal Kingdom”. Os responsáveis pela parte criativa dos parques da Disney consideraram transformar a ilha em uma atração inspirada no popular videogame Myst, mas a ideia nunca passou da fase conceitual. Os planos para construir uma atração com base na série de TV de sucesso Lost sofreram o mesmo destino uma década depois.

Atualmente, a Discovery Island é considerada abandonada e está sem planos para sua renovação. No entanto, um grupo de fãs corajosos da Disney conseguiu se acessar para a ilha em 2009. Entre os prédios abandonados e a vegetação totalmente selvagem, o time realizou várias descobertas assustadoras: fotos de funcionários deixadas nos escritórios abandonados; cobras preservadas em frascos e, estranhamente, uma garrafa de Coca; e um par de abutres zangados.

Além disso, eles deram um depoimento sobre como estava o parque assim que entraram…

Segue o relato do time que explorou o parque, no momento da chegada: "Quase imediatamente, percebemos que não estávamos sozinhos nessa ilha. Podemos ouvir todos os tipos de ruídos nas árvores ao redor. Estávamos literalmente cercados pelo que soava como milhares de pássaros. Podíamos ouvi-los piando e mexer em todas as direções, alguns soavam quase como pessoas falando. Em cada galho em que nós pisamos, os pássaros ficavam agitados, aumentando ainda mais o barulho naquele ambiente sombrio".

Região dos lagos da Disney / Disney's River Country

Este foi o primeiro parque aquático do resort e abriu em 1976. River Country teve inúmeros problemas com a qualidade da água, porque sua fonte estava perto do lago Bay e os sistemas de filtragem dos anos 70 não eram suficientemente potentes para limpar a água efetivamente. Em 1980, um dos frequentadores do parque contraiu uma doença no passeio e morreu. Mas vamos falar de como incrível era o parque quando foi lançado…

Conheça mais sobre esse parque na Página Seguinte

O parque Disney's River Country foi inicialmente pensado para ser uma atração que tivesse praticamente um rio natural, para que os visitantes e banhistas pudessem frequentar e para evocar as mesmas sensações naturais de um rio, apresentando um sistema de filtragem de água sem substâncias químicas e piscinas com pisos arenosos em vez de concreto, como acontece na maioria dos parques aquáticos. As atrações incluíram um lago artificial, balanços de corda, toboáguas de quase 5 metros, canais de água e mais...

O parque foi bastante popular quando foi lançado, fazendo com que a Disney abrisse mais dois parques aquáticos: Typhoon Lagoon e o Blizzard Beach (ambos ainda funcionam). Os dois parques subsequentes são maiores e mais modernos, fazendo com que o River Country ficasse cada vez menos popular. Além disso, uma nova lei da Flórida proibiu os parques temáticos de usar água não clorada de fontes naturais, levando ao encerramento do River Country em 2001.

Muitos de seus edifícios e recursos ainda estão em pé. Planejando ir para nadar? Não faça isso. Os guardas de segurança patrulham a área 24 horas por dia, 7 dias por semana, para evitar que os hóspedes entrem no parques. O motivo mais impressionante que contribuiu para o encerramento do parque foi uma ameba (Naegleria fowleri) que levou a morte de um garoto de 11 anos que visitou o parque...Os dois ainda não foram reabertos, mas também não foram demolidos.

Qual será o motivo de manterem os parques vigiados e porque não demolir os dois parques? Deixe sua opinião nos comentários! Compartilhe com os seus amigos e com a sua família e não esqueça de seguir o nosso perfil no Instagram!
Imagens: Twitter / GIPHY

6
O que você acha?! Juntar-se à conversa

Os requisitos mais estranhos que a Disney pede a seus aspirantes a estrelas