41 Comentário

A maldição do ator que encarnou Jesus de Nazaré

Às vezes, alguns meses antes de iniciar a filmagem de um filme que se espera que seja bastante bem sucedido, eles exigem dos membros do elenco alguns requisitos para se adaptarem de uma maneira melhor. Em alguns casos, eles têm que passar por dietas rigorosas para ter o corpo necessário, perder peso ou ganhar alguns quilos e mais quilos num período de tempo muito curto. No entanto, quando um ator quer ir muito fundo para ganhar o papel de um filme, no final ele pode acabar se machucando. Não precisamos ir muito longe para ter um exemplo, atuações que demandam enormes exigências merecem admiração, como Christian Bale ao gravar “O Maquinista” (2004), tendo que perder pelo menos 28 quilos.

Um personagem complicado

A história de Jesus tem fascinado a humanidade há mais de 2.000 anos, mas o papel de "O Messias" tornou-se um verdadeiro exemplo para os atores de Hollywood. Como na história bíblica, os atores que a interpretaram passaram momentos terríveis nos sets de filmagem. Robert Powell era praticamente desconhecido antes de aparecer para o papel de Jesus de Nazaré. Seu desempenho foi muito apreciado pelo diretor da minissérie, Franco Zeffirelli, mas, em primeiro lugar, cogitado para interpretar Judas. O grande papel, o de Cristo, foi o resultado da grande disputa entre Al Pacino e Dustin Hoffman.

Ainda temos muito mais...Clique em página seguinte para ver o resto do conteúdo da postagem.

 Um personagem complicado

O melhor de sua categoria?

Para muitos fãs, ele foi o ator que mais impressionou neste papel. Mesmo depois de 39 anos da estréia de "Jesus de Nazaré", o filme ainda é considerado uma obra-prima e, talvez, o melhor filme sobre a vida de Jesus. Powell estava se protegendo com uma túnica para o sol no verão de 1977 em Túnis, onde as filmagens ocorreram. Quando o viu, o diretor italiano teve uma revelação: ele era a imagem viva que se pensava em Jesus Cristo no Ocidente. Pode-se pensar que era apenas outra interpretação para a televisão, mas não; A coisa foi muito mais longe ...

O melhor de sua categoria?

Uma árdua preparação

O diretor, então, sem pensar duas vezes, dispensou Hoffman e Pacino, dois atores concorridos na época que tiveram várias indicações ao Oscar, para contratar Powell. Na época de encarnar Jesus, Powell disse muitas vezes, depois de filmar o filme, que a experiência de interpretar o personagem mais importante na história do cristianismo era uma experiência exigente e até traumática. Com uma dieta rigorosa de avelãs e água, ele conseguiu perder 5 quilos em apenas 22 dias para atingir o peso ideal estabelecido por seu personagem.

Não hesite em continuar! Clique em página seguinte para ver o resto do conteúdo.

 Uma árdua preparação

Consequências graves

Um detalhe significativo de quão perto Zeffirelli reconstruiu a biografia de Jesus é encontrado na forma como a equipe de maquiagem insistiu em encontrar uma semelhança entre Robert Powell e as representações iconográficas mais difusas de Jesus. Para piorar as coisas, o produtor, Sir Lew Grade, cristão ferrenho e ortodoxo, forçou-o a se casar com Barbara Lord, com quem ele morava em união livre por três anos. O filme foi adiado por 5 dias, enquanto Lord chegou a Túnez, cenário da minissérie, organizando um casamento relâmpago.

Consequências graves

Ele estudou seu papel à fundo e perguntou tanto a ele que pessoas que o conheciam disseram que havia momentos em que Robert Powell acreditava ser Cristo. Além disso, os requisitos de atuação de Zefirelli levaram-no a criar um método no qual ele não precisaria piscar por sete minutos. Por causa desse detalhe, o olhar do ator tornou-se tão intenso que se tornaria, com o tempo, o rosto oficial de Jesus. Tanto que, depois de seu trabalho na produção de "Jesus de Nazaré", o ator chegou a acreditar em si mesmo como um verdadeiro mensageiro de Deus, embora ele claramente se declarasse ateísta antes de começar a gravação.

Mas os problemas para o ator só acabaram de começar...

Consequências graves 1

Um grande sucesso que levou a problemas

A minissérie "Jesus de Nazaré", cerca de 6 horas e meia, tornou-se uma jóia do cinema. "Eu acho que o encanto deste filme é que não abordamos um público limitado, tentei dar uma imagem a todas as culturas e ao público, fiquei impressionado com as 10 mil cartas de fãs, onde me disseram que era a imagem supostamente viva de Jesus" . Aos 33 anos e com o sucesso esmagador da minissérie, Robert Powell acreditava que ele estaria pronto para o sucesso. Na verdade, não seria assim. Por dois anos, ele teve que ir ao psiquiatra por causa da síndrome messiânica que ele havia adquirido durante a filmagem…

Saiba mais sobre outros detalhes clicando em "Página seguinte" para ver o resto do conteúdo

Um grande sucesso que levou a problemas

Ele nunca poderia virar a página

Em primeiro lugar, Powell, que tinha 33 anos quando interpretou Jesus, queria dar ao seu personagem um lado muito humano, mas chegou à conclusão de que quanto mais humano ele era, menos divino ele se tornava. Powell ficou totalmente fascinado com o papel. Na verdade, houve uma cena que o perseguiu para a vida, aquela em que ele estava na cruz. "Eu estava sozinho e toda a equipe, junto com outros atores, estavam todos emocionados e chorando e eu podia ouvir minha voz ecoando pelas montanhas, acho que foi a melhor cena escrita em toda a história". Como resultado, ele nunca poderia abandonar a imagem que sempre marcou sua carreira.

Não hesite em continuar! Clique em página seguinte para ver o resto do conteúdo.

Ele nunca poderia virar a página

Ou Jesus Cristo, ou ninguém

Uma vez que ele se recuperou, a frenesi que se despertou com seu desempenho certamente desapareceu. A única coisa que ele fez depois foi interpretar o doutor Víctor Frankenstein em um filme menos complexo. Naquela época, ninguém o contratou, ninguém queria tê-lo em seu filme o homem que todos consideravam Jesus Cristo. Agora,passados 73 anos, Robert Powell afastou-se dos sets de gravação e tem se concentrado em escrever romances. Aparentemente, não há vestígios da síndrome messiânica. Às vezes acontece que, quando você deseja obter muito em um papel, você perde a noção de quem você é exatamente.

Ou Jesus Cristo, ou ninguém

Valeu a pena?

Com base nas palavras do próprio ator, a única coisa de que ele se arrepende foi de arruinar sua carreira como ator por ter sido tomado pelo poder do “onipresente e poderoso Filho de Deus”. Ele provavelmente pensou que tal papel o ajudaria a se aproximar do estrelato, mas no final acabou sendo o oposto.

O que você acha do que aconteceu com Robert Powell? Você acha que foi o seu grande esforço que o levou a comportar-se dessa maneira e, portanto, acabar com sua carreira de ator? Compartilhe com os seus amigos e com a sua família e não esqueça de seguir o nosso perfil no Instagram!
Imagens: Starstock / Twitter / YouTube-EmmaHavokOscuro

Valeu a pena?
7
O que você acha?! Juntar-se à conversa

Christopher Nolan revela o motivo de esconder o rosto de Tom Hardy em seus filmes
11/05/18 06:03
Realmente ele foi excepcional nesse filme , todas as vezes q passa na tv eu assisto, me lembro qd a Record exibiu a primeira vez em minissérie, fiquei muito emocionada, ele interpretou de corpo e alma mesmo!
11/05/18 06:03
Adorava ver esse filme,embora me emocionasse sempre, mas era excelente.
11/05/18 06:03
Pra mim foi quem melhor interpretou a figura de Cristo
11/05/18 06:03
Credo! Tô impactadíssima!
10/05/18 06:03
Não é verdade ele hoje apresenta documentários e conta como foi sua experiência em fazer o papel de Jesus Cristo ,recentemente fez um documentário sobre os milagres de Jesus no canal H2
Valter Lima
Valter Lima 05/11/17 07:03
Esse mesmo... mas ele foi bem homenageado com sua tatuagem
Ray Sousa
Ray Sousa 04/11/17 07:03
Jim cavisel (acho que se escreve assim) passou por algo similar. Creio que ele deve se sentir honrado.
Diego Augusto
Diego Augusto 04/11/17 07:03
so mais uma vida ferrada mesmo que indiretamente pelas maluquices do cristianismo.
Paulo Machado
Paulo Machado 03/11/17 07:03
O comparação sensacionalista.
Sonia Perez
Sonia Perez 03/11/17 07:03
Kennedy Bezerra Bispo Kel Oliveira , impressionante.
Kennedy Bezerra Bispo
Kennedy Bezerra Bispo 03/11/17 07:03
Impressionante mesmo !!!!!! Nossa mente é algo muito complexo !!!!! Lamentável por ele.
Kennedy Bezerra Bispo
Kennedy Bezerra Bispo 03/11/17 07:03
Impressionante mesmo !!!!!! Nossa mente é algo muito complexo !!!!! Lamentável por ele.
Manu Netto
Manu Netto 03/11/17 07:03
Olha mãe Marilucia Da Silva Netto o ator que gostamos.
Normandes Mateus
Normandes Mateus 03/11/17 07:03
Olha isso Ana Maria Verônica Duquinna Silvia Rosicleia Rosa Mendes Luiz Mendes
Maria Fernanda Martins
Maria Fernanda Martins 03/11/17 07:03
Marcela Martins De Paula
Luciene Benicio
Luciene Benicio 03/11/17 07:03
Fenix Faustino da Silva
Lucia Cavalieri
Lucia Cavalieri 03/11/17 07:03
Andresa Rocha Santos
Sueli Murray
Sueli Murray 03/11/17 07:03
acho que não, quando acho que fazem um papel que toca profundamente a alma, as pessoas ficam obssecadas nisso e não conseguem se livrar, foi o que aconteceu com ele,como fez o papel de JESUS, como iriam dar um papel de bandido, mas enfim, o filme é vivo até hoje, muito lindo, muito bem vivido pelo ator, seu olhar é penetrante, sua voz, seu jeito, parabéns, não se arrependa do que fez.
Ewerton Ferreira
Ewerton Ferreira 03/11/17 07:03
Pra quem não leu, a materia fala de como o ator ficou fascinado pelo papel que mesmo depois dos filmes ele não conseguia sair do papel de Jesus ! Não é maldição !!
Luciana Santos
Luciana Santos 03/11/17 07:03
Na minha opinião, grandeza de um personagem, as exigências cinematográficas, imposição da religião e as armadilhas da mente.
Erica Inês
Erica Inês 03/11/17 07:03
É o único filme que relata sobre a vida de Jesus que eu realmente gosto!