Incrível!Animais

Publicado 2017-11-14
2 Comentário

Conheça o melanismo, o extremo oposto do albinismo

A biologia é um campo de grande interesse para as ciências. É nela que se pode encontrar todos os tipos de maravilhas da natureza que, por causa de diferentes características, podemos ter o prazer de presenciar espécies realmente surpreendentes. Agora vamos falar de uma dessas maravilhas em particular, aquela que se refere aos processos genéticos que ocorrem por trás do melanismo em animais. Com certeza você já ouviu falar em Albinismo, certo? Mas, sabe o que é o Melanismo? Você já viu animais completamente negros? Você já se perguntou por que eles têm essa cor? No artigo de hoje vamos mostrar animais incríveis! Confira!

O que é a melanina?

A melanina é uma substância natural presente na pele, olhos e cabelos dos seres humanos e de animais. Ela é responsável pela pigmentação natural e camuflagem. Da mesma forma que a ausência de melanina resulta em albinismo, seu excesso também pode ocorrer na natureza.

Continue na página seguinte para conhecer mais sobre esse fenômeno...

O que é melanismo?

Você sabe o que é o albinismo? A maioria das pessoas conhece bem sobre esse fenômeno e ele ocorre em diferentes espécies, tanto em animais quanto em humanos. Sua principal característica é a falta de pigmentação (melanina) nesses organismos, o que faz com que possuam uma coloração muito clara, comumente relacionada ao branco, por isso o nome. Para que você tenha uma ideia rápida sobre o que se trata o melanismo, vamos resumir: estes animais são exatamente o oposto dos animais albinos.

Etimologicamente, o termo vem do grego e refere-se aos pigmentos pretos. O melanismo é geralmente definido como o aumento da quantidade de pigmentação escura presente em um organismo. Este aumento faz com que os níveis de melanina sejam maiores do que o esperado e origina animais de cor escura, com pele, penas, cabelos ou escamas pretas. Basicamente, o melanismo é um desenvolvimento atípico nos pigmentos de certos seres vivos em que a pele e outro qualquer “revestimento” tomam uma cor muito escura ou preta.

Conheça os diferentes tipos de melanismo logo na página seguinte.

O que é a melanina?

Melanismo adaptativo, a genética e a melanina

O melanismo é frequentemente relacionado aos processos de adaptação ao meio ambiente e, nesse caso, é chamado de adaptativo. O melanismo adaptativo se desenvolve quando os animais procuram se adaptar para sobreviver e se reproduzir em seu ambiente, obviamente, em um longo processo evolutivo de anos e anos. Ao tomar uma cor mais escura, essas espécies melhoram suas habilidades para se camuflar. Em alguns casos, quando ficam escuras, tornam-se menos visíveis para alguns predadores, enquanto que, no caso oposto, os predadores obscuros têm a vantagem de não serem facilmente percebidos durante a noite, no momento da caça.

O que é melanismo?

O melanismo tem sido observado em muitas espécies do reino animal, desde felinos à lobos, até cobras ou pinguins, no caso de uma mutação genética. Algumas investigações determinaram que, na grande maioria dos casos, o melanismo é transmitido de forma hereditária. Um gene dominante expressado total ou parcialmente no fenótipo é responsável pelo excesso de melanina.

E Melanismo industrial, do que se trata? Vamos te explicar logo na página seguinte.

Melanismo adaptativo, a genética e a melanina

Melanismo industrial

Outro detalhe interessante sobre esse fenômeno é o chamado “melanismo industrial” que pode ser observada a ocorrência em diferentes espécies, como no caso dos lepidópteros (borboletas e mariposas). Com o avanço dos processos e das atividades industriais por parte do homem, as mariposas adquiriram uma tonalidade escura para se protegerem e hoje é mais comum encontrar mais mariposas pretas do que coloridas, a menos que você viva na Amazônia, é claro.

Essa cor permitiu que esses animais pudessem se camuflar e se adaptar ao ambiente industrializado em que vivemos hoje. Por este motivo, espécies como Biston betularia são consideradas um dos melhores exemplos de mudança e evolução por seleção natural, algo que Darwin já falou em seus estudos. Abaixo você pode ver uma das espécies animais mais surpreendentes. O que achou?

Se você gostou deste artigo, deixe um comentário em nossa página! Compartilhe com os seus amigos e não esqueça de seguir o nosso perfil no Instagram!
Imagens: Starstock / GIPHY / Twitter

21
O que você acha?! Juntar-se à conversa

13 fatos incríveis que mostram que seu corpo está cheio de surpresas
Jorge Henrique
Jorge Henrique 16/11/17 07:03
Eu conheço isso desde que eu nasci!
Diego Alan
Diego Alan 16/11/17 07:03
É dá origem às mais lindas mulheres