6 Comentário

Mulher está desesperada para se livrar de “Sugar Daddy” que conheceu online após ele aparecer sem dinheiro

Já tentou procurar um amor online? Hoje em dia há muitos recursos para isso. Além da internet, há sites cada vez mais especializados e mais específicos para as pessoas encontrarem alguém para amar. O Tinder também é um exemplo, já que muita gente não quer relacionamentos com pessoas que estejam muito distantes. Outro caso é aquelas redes sociais específicas para conhecer pessoas que queiram trair o esposo ou a esposa, como já comentamos em outro artigo. No caso de Wilfa Soto Peguero, ela queria um “Sugar Daddy”, um homem com dinheiro que sustentasse a ela e aos seus filhos.

Por mais que ela pareça interesseira, existem redes específicas também para pessoas que queiram ser sustentadas, normalmente jovens, que encontram outras pessoas com dinheiro que queiram alguém para mimar - normalmente em troca de sexo ou simplesmente companhia. Contudo, para Wilfa o caso não apenas deu errado, mas foi um verdadeiro escândalo!

Confira a história de Wilfa na página seguinte.

Wilfa mora em seu país de origem, República Dominicana, com seus 4 filhos e precisa se virar para sustentar 5 bocas. Há menos de um ano, ela decidiu então encontrar alguém que topasse tornar a vida dela mais fácil e começou a procurar um “Sugar Daddy” on-line. No meio dessa busca, encontrou um homem galês de 46 anos chamado Glyn Thomas Bailey. Eles se conheceram no Badoo e passaram um total de 6 meses conversando apenas on-line.

Eles conversavam basicamente com tradução feitas pelo Google Tradutor. Apesar dessa barreira da língua, eles se deram muito bem. Foi então que Glyn disse para Wilfa que iria visitá-la. Ele falou que iria ajudar a mulher a cuidar de seus 4 filhos, o que a fez se sentir bastante aliviada. Contudo, foi logo após esse momento que as coisas começaram a desandar...

Entenda como tudo começou a dar errado na página seguinte.

Assim que Glyn disse para Wilfa que havia comprado a passagem, ela pediu para o homem enviar algum dinheiro para ela poder buscá-lo no aeroporto, mas isso nunca aconteceu. Ele falou apenas quando chegaria e que ela não poderia deixá-lo lá sozinho esperando. Ela ficou desconfiada, mas, com a promessa de que alguém estava chegando para salvá-la financeiramente, ela pegou algum dinheiro emprestado e foi encontrar seu “salvador”.

Ela estava muito feliz quando o encontrou no aeroporto, mas esse sentimento inicial não durou muito tempo. Ela ficou ainda mais desconfiada do homem quando resolveu dar uma olhada no bilhete de avião dele e percebeu que era apenas de ida. A partir desse momento, o “amor” foi ladeira abaixo.

Saiba com isso piorou na página seguinte.

Wilfa descobriu logo depois que o homem era pobre e que ela teria que sustentá-lo, não o contrário. Quando chegaram em casa e ela tentou explicar que não tinha condições, ele apenas se fez de desentendido. Após um mês provendo comida e abrigo para o galês, Wilfa resolveu recorrer às redes sociais para reclamar sobre o homem e pedir ajuda a quem pudesse mandar o homem de volta para o país dele, já que ela não poderia simplesmente expulsá-lo de casa.

Segundo ela relatou, o homem era apenas um fardo que passava o dia em casa, brincando com as crianças ou vagando pelo bairro. Ele sequer tentou procurar emprego, mas ela não poderia deixá-lo sem cama e sem comida. Ela fez o vídeo abaixo (em espanhol), no qual alerta jovens, especialmente mulheres, a não cometerem o mesmo erro que ela.

Na página seguinte, confira o que aconteceu com Glyn.

O vídeo de Wilfa viralizou nas mídias sociais e vários veículos de comunicação foram até a casa dela e começaram a espalhar a história. O homem virou até uma “celebridade” no bairro - e gostou da fama. No vídeo abaixo, por exemplo, é possível ver o rap que os vizinhos fizeram para ele. Depois disso, foi descoberto que Glyn também não tinha dinheiro para viajar para a América Central e sua passagem de ida foi bancada pelos pais.

Ele disse aos pais que precisava de dinheiro para comprar uma passagem, falando que iria para os Estados Unidos se casar com uma americana. A mãe dele, de 66 anos, disse a uma entrevista que o homem não tinha emprego e não vai mais ajudar Glyn, que não se importa com o que ele faça contanto que não chegue perto dela e que, mesmo sendo sua mãe, desejava que ele nunca nem tivesse nascido.

Na página seguinte, entenda o que vai acontecer com o homem.

Toda a situação acabou tendo consequências graves para os dois lados. Wilfa está sendo ridicularizada na internet e seus filhos não querem mais ir para a escola por causa do bullying que estão sofrendo após a história virar notícia nos principais jornais da República Dominicana. Wilfa recentemente denunciou Glyn para a polícia dizendo que havia sido vítima de violência doméstica. O homem foi levado pela polícia e desde então está internado em uma instituição para pessoas com doenças psiquiátricas.

Foi descoberto que Glyn tinha apenas 70 amigos no Facebook (todas mulheres), das quais 25 eram da República Dominicana. Além de Wilfa, ele estava paquerando outras três on-line ao mesmo tempo dizendo que era rico. A embaixada britânica disse que vai dar assistência para que o homem retorne a seu país de origem. Wilfa respondeu que só vai ficar tranquila quando ele tiver saído de solo dominicano.

Se gostou deste artigo, nos deixe um comentário, compartilhe com todos e nos acompanhe também no Instagram!
Fotos: Twitter/YouTube

20
O que você acha?! Juntar-se à conversa
Os PADRINHOS do Bebê de MEGHAN MARKLE e do Príncipe HARRY!
Sônia Paula Oliveira
Sônia Paula Oliveira 27/12/17 07:03
Nossa! Ele é bem mais malandro que ela. Se f... os dois. Coitadas das crianças.
Thiago Mendes
Thiago Mendes 26/12/17 07:03
Se fudeu! Kkkkkkk interesseira da porra!
Martha Emanuel
Martha Emanuel 25/12/17 07:03
Pensou que ia dar o golpe do baú, caiu do cavalo, bem feito para os dois
Patricia Silva Santos
Patricia Silva Santos 25/12/17 07:03
Quem sofreu com tudo isso, foram os filhos com os bullying
Carlos Roberto
Carlos Roberto 25/12/17 07:03
Legal se pudesse dar fim nelas quando ficarem feias!
Ueverson Carvalho
Ueverson Carvalho 24/12/17 07:03
Eunice João e Jenilton Alves Pedro. Kkkkkk cada coisa