0 Comentário

O dia em que o tapete vermelho foi pintado de preto: o significado da cor predominante do Globo de Ouro 2018

Time’s Up

“Empoderado por mulheres, o movimento TIME'S UP (o tempo acabou) aborda a desigualdade sistêmica e a injustiça no local de trabalho que impediram os grupos sub-representados de atingir seu potencial máximo. Nós nos juntamos com os principais defensores da igualdade e da segurança para melhorar as leis, os contratos de trabalho e as políticas corporativas; ajudar a mudar o clima das salas de reuniões corporativas e permitir que mais mulheres e homens acessem nosso sistema legal para responsabilizar os infratores.” Traduzido do site TIme's Up.

A primeira a se manifestar foi Debra Messing, compartilhando a seguinte declaração: "Estou vestindo preto para agradecer e honrar as valentes denunciantes que se apresentaram para compartilhar suas histórias de assédio e discriminação", disse Messing ao canal E! News. "Estou vestindo preto para me solidarizar com minhas irmãs em todo o mundo e para comemorar o papel dessa poderosa iniciativa".

Além de representar o movimento, ela ainda criticou a atitude da E!, veja na página seguinte.

0
O que você acha?! Juntar-se à conversa

Projeto Montauk: um dos projetos secretos que inspiraram a série “Stranger Things”