Incrível!ComoventeControverso

Publicado 2018-01-11
0 Comentário

O distúrbio mental compartilhado entre as gêmeas Eriksson

Em maio de 2008, uma equipe de filmagem estava observando a polícia e esperava uma chamada de rotina na auto-estrada M6 em Londres. Em vez disso, a equipe do reality show "Motorway Cops" ficou atordoada com a estranha situação que se apresentaria frente às câmeras quando chegaram para ver duas mulheres, Sabina e Ursula Eriksson, correndo em direção ao tráfego. As gêmeas suecas se reuniram apenas horas antes do estranho evento.Desde o momento em que estavam juntas, elas começaram a se comportar de maneira estranha e embarcaram em uma viagem espontânea, decidida de última hora, rumo a Liverpool.

As irmãs foram expulsas de um ônibus de turismo quando se recusaram a colocar suas malas no bagageiro e começaram a agir de forma suspeita. Foi quando elas decidiram pegar um “atalho” na rodovia que estava à todo vapor, com carros em alta velocidade passando. As câmeras capturaram as imagens de Sabina e Ursula rastejando, saltando sobre a mureta de segurança da rodovia e correndo em direção à estrada sem nenhum sinal de hesitação.

Veja o que aconteceu com essas duas irmãs na página seguinte.

O pânico e o caos da situação aumenta à medida que os carros tentam desviar de seu caminho para evitar uma colisão com as duas mulheres, no entanto, as irmãs não conseguiram escapar dos carros que se estavam passando pela rodovia. A polícia e os paramédicos logo vieram e, ao avaliarem a situação, as coisas estavam se tornando progressivamente piores. Enquanto a polícia estava de pé com as gêmeas, ao lado da estrada, Ursula de repente partiu em direção ao trânsito enquanto um oficial tentava o seu melhor para detê-la. Ela conseguiu se afastar e foi atingida por um carro. Ela sofreu graves lesões nas suas DUAS pernas.

Segundos depois, Sabina seguiu os passos de sua irmã e se arriscou no meio da rodovia também. Seu corpo bateu em um dos carros que se aproximava, em seguida, rodopiou no ar e caiu ao chão, com um barulho enorme por causa da queda. O som de pneus frenando e gritos tomaram o vento enquanto Sabina se levantava, correndo para o meio da pista e pulando em direção ao tráfego de carros logo em seguida, mesmo depois de ter sofrido uma colisão com um carro.

O que mais surpreende é a condição em que as gêmeas se encontravam logo após o acidente, veja na página seguinte.

Os médicos não sabiam explicar por que as gêmeas corriam persistentemente em direção ao tráfego que se aproximava, mas alguns acreditavam que Sabina e Ursula experimentaram uma psicose compartilhada. O transtorno psicológico começa na mente de um indivíduo cujos delírios são transmitidos para outra pessoa. Após o episódio psicótico compartilhado, Ursula foi hospitalizada em uma clínica para pessoas com distúrbios mentais por três meses. Sabina, por outro lado, foi liberada, de volta à sociedade pouco depois do episódio. Poucas horas de sua liberdade, ela mataria um homem.

Sabina estava caminhando pela rua, ainda com delírios, quando encontrou dois homens. Um dos homens, Glenn Hollinshead, sentiu pena de Sabina e quis ajudá-la. Ele a convidou para se hospedar em sua casa e até a ajudou na busca por sua irmã. No dia seguinte, Sabina esfaqueou Hollinshead cinco vezes e o matou. A mulher, mentalmente incapaz, fugiu da cena com um martelo e começou a agredir a si mesma, na cabeça. Os paramédicos perseguiram Sabina pela vizinhança e assistiram, horrorizados, quando ela pulou de uma ponte. Milagrosamente, ela sobreviveu da queda e foi hospitalizada.

Saiba o desfecho dessa história, na última página.

Imediatamente após a hospitalização, ela foi acusada de assassinato. Ela foi condenada a cinco anos de prisão. O irmão de Hollinshead, Gary, acusou a polícia de desonrar a morte de seu irmão ao libertar Sabina tão rapidamente. Ele disse à mídia: "Sua condição mental deveria ter sido devidamente avaliada após o que ela fez naquela rodovia e também por causa das experiências que a polícia teve. Seu transtorno mental deveria ter sido diagnosticado antes que ela fosse liberada".

Ninguém realmente sabe o que aconteceu com Sabina e Ursula naquela rodovia. O vínculo estreito que elas compartilhavam levou a uma crise psicológica também compartilhada, que terminou tragicamente. Um documentário da BBC, “MADNESS IN THE FAST LANE” (Loucura na Rodovia) sobre as irmãs Eriksson, apresenta imagens inquietantes da dança das irmãs com a morte, na auto-estrada. Você pode ver um trecho do documentário abaixo, mas atenção, o vídeo é perturbador.

Se você gostou deste artigo, deixe um comentário em nossa página! Compartilhe com os seus amigos e não esqueça de seguir o nosso perfil no Instagram!
Fonte das imagens: GIPHY / Youtube / Twitter

0
As melhores bandas de pagode que você respeita
O que você acha?! Juntar-se à conversa