Incrível!

Publicado 2018-02-03
1 Comentário

No ano de 2018: terremotos mortais podem atingir milhões de pessoas devido à desaceleração da rotação da terra

Tudo indica que o ano de 2018 vai ser devastador. De acordo com as estimativas de vários cientistas, inúmeros terremotos intensos estão à espreita devido à desaceleração da rotação da Terra. Os especialistas no assunto advertem que “este último ano foi fácil” comparado com os que se aproximam. Ao que parece, neste ano podemos ter por volta de 20 terremotos sérios e estima-se que os mais intensos ocorram nas regiões tropicais, onde habitam aproximadamente um bilhão de pessoas. As pequenas mudanças na velocidade da rotação do nosso planeta provocam uma grande atividade sísmica devido à liberação de grandes quantidades de energia subterrânea, segundo afirmam pesquisas.

No ano de 2018: terremotos mortais podem atingir milhões de pessoas devido à desaceleração da rotação da terra 1

Vamos explicar para que você entenda. A atração gravitacional que a Lua exerce sobre a Terra é maior na parte mais próxima a ela do que no lado oposto. Embora essa diferença não seja grande, é suficiente para afetar os oceanos. Então, esta se deforma como se fosse um globo redondo do qual tiramos massa seus extremos e colocamos em um mesmo lado, adquirindo uma forma parecida com a de uma bola de futebol americano. Esses movimentos são percebidos por nós como subidas e descidas do nível da água, ou da maré, e é isso o que faz com que a Lua se aproxime ou se afaste da Terra, aproximadamente 4 cm por ano. A Lua exerce a força oposta, puxando para longe da Terra, criando fricção e desacelerando a rotação do nosso planeta.

Nas páginas seguintes você vai entender melhor esse fenômeno tão importante, não perca!

No ano de 2018: terremotos mortais podem atingir milhões de pessoas devido à desaceleração da rotação da terra 2

O tempo que a Terra leva para fazer uma rotação completa sobre seu eixo varia aproximadamente um milionésimo de segundo por dia. Embora o número de rotações não tenha diminuído de maneira uniforme, os dias cresceram, sim, de 15 a 25 milionésimos de segundo por ano. Por isso, os cientistas da Universidade do Colorado e da Universidade de Montana concordam que até mesmo essas flutuações tão pequenas poderiam aumentar a atividade sísmica da Terra. “A correlação entre a rotação da Terra e a atividade sísmica é forte e sugere que vai haver um aumento no número de terremotos intensos no próximo ano”, disse o Doutor Roger Bilham.

No ano de 2018: terremotos mortais podem atingir milhões de pessoas devido à desaceleração da rotação da terra 3

Os especialistas que apresentaram suas descobertas na reunião anual da Sociedade Geológica da América não sabem exatamente por que isso acontece, mas acreditam que as variações minúsculas da rotação provocam uma mudança na forma do “núcleo interno” de ferro e níquel da Terra. Durante esses períodos, o manto do planeta se adere um pouco mais à crosta terrestre, o que muda a forma com que o núcleo externo flui, criando um desajuste entre a velocidade da crosta sólida e do manto. Isso, por sua vez, altera o núcleo externo líquido sobre o qual repousam as placas tectônicas da Terra. “O mecanismo que idealizamos é que, à medida que a Terra desacelera, faz como um patinador que desliza sobre o gelo; seu diâmetro equatorial se reduz”, alegou Bilham.

Continue lendo para saber mais detalhes sobre essa teoria!

No ano de 2018: terremotos mortais podem atingir milhões de pessoas devido à desaceleração da rotação da terra 4

Digamos que a cintura da Terra está ficando menor, mas sua roupa, que são as placas tectônicas, continuam com o mesmo tamanho, o que significa que acabam se rompendo. Essas pequenas mudanças na forma geral do planeta são suficientes para que muitos desastres aconteçam”. Os pesquisadores encontraram cinco períodos no século passado nos quais houve mais terremotos do que o normal. Nessas cinco ocasiões, houve um aumento de 25 a 30 por cento no número de sismos com uma magnitude de 7 ou mais. Todos coincidiram com uma desaceleração na rotação da Terra.

No ano de 2018: terremotos mortais podem atingir milhões de pessoas devido à desaceleração da rotação da terra 5

No próximo ano, devemos ver um aumento significativo no número de tremores severos. O ano passado foi fácil. Até agora, só chegamos a ter por volta de seis terremotos grandes. Podemos chegar facilmente aos 20 por ano a partir de 2018”, afirmou. Desde o ano de 1990, mais de 80 por cento de todos os sismos de magnitude 7 no limite da Placa Oriental do Caribe foram produzidos nos cinco anos após uma diminuição máxima. Durante esses períodos, podem ter ocorrido até 30 terremotos intensos a cada ano, enquanto que no resto do tempo, o número prometido foi ao redor de 15 tremores.

Continue lendo para saber o que os cientistas e pesquisadores podem prever!

No ano de 2018: terremotos mortais podem atingir milhões de pessoas devido à desaceleração da rotação da terra 6

A Terra está nos oferecendo um período de cinco anos de futuros terremotos”, disse Bilham, que acredita que a Terra já começou uma desaceleração há mais de quatro anos. Os pesquisadores descobriram que a produção global de terremotos é maior nas latitudes equatoriais 10ºN, 30ºS. Muitos geólogos se mostram céticos agora a respeito dessas descobertas e alguns afirmam que a correlação entre o fenômeno dos terremotos e a rotação da Terra é apenas uma coincidência ou fruto da casualidade. “Parece ser uma pesquisa muito preliminar, ao invés de ser algo revisado, já que não há detalhes que podemos examinar”, disse John Callan, gerente da GNS Science.

No ano de 2018: terremotos mortais podem atingir milhões de pessoas devido à desaceleração da rotação da terra 7

É verdade que houve períodos de taxas elevadas de grandes terremotos nos últimos 100 anos. No entanto, se buscamos correlações com outros fenômenos naturais, certamente vamos encontrar várias coincidências interessantes”, concluiu. Essa pesquisa foi feita justamente depois que um terremoto de magnitude 7.3 sacudiu o Irã, deixando mais de 500 mortos e mais de 6000 feridos. O tremor ocorreu a 30km ao sudoeste de Halabja, no Curdistão iraquiano, até as 21h20 no domingo, quando havia muitas pessoas em suas casas.

Se gostou deste artigo, nos deixe um comentário, compartilhe com todos e nos acompanhe também no Instagram!
Fonte: StarStock

No ano de 2018: terremotos mortais podem atingir milhões de pessoas devido à desaceleração da rotação da terra 8
60
O que você acha?! Juntar-se à conversa
YOKO ONO e JOHN LENNON: Os Bastidores do Casal
07/02/18 07:03
Danilo Teodoro Sergio Lourenço Petunia Rodrigues de Jesus