Incrível!ComoventeDicas

Publicado 2018-02-12
3 Comentário

Os fenômenos astronômicos que você poderá ver em 2018! TODOS OS MESES!

Desde o início do ano, a lua surpreendeu o mundo inteiro e um eclipse especial cativou os olhos de milhões de pessoas ao redor do mundo, mas não para por aí. Neste ano, o céu nos presenteará com diversos eventos de fazer os olhos brilharem! O calendário astronômico será muito cheio este ano, já que fenômenos naturais ocorrerão durante quase todo o ano. Quem acredita que o cotidiano na Terra é alterado pelos astros está ainda mais animado, já que esses eventos farão com que a energia esteja em constante movimento.

Para garantir que você não perca nada, nós separamos o que deve acontecer a cada mês deste ano. Assim, você pode anotar no calendário o que mais te interesse e conferir se será uma época chuvosa ou de céu limpo na sua cidade. Em janeiro, por exemplo, tivemos a primeira super lua no dia 2 e depois, no dia 31, a segundo super lua surgiu, ganhando o nome de Lua Azul, termo dado à segunda lua cheia que ocorre no mesmo mês porque, de acordo com a NASA, essa lua é 14% maior e 30% mais brilhante.

Na página seguinte, confira o que os próximos meses de 2018 aguardam.

Fevereiro

Dia 15: eclipse solar parcial, visível da Antártica e parte da América do Sul.

Para este mês, esperamos a chegada de um eclipse solar parcial, o que ocorre quando a lua se interpõe entre o Sol e a Terra. Infelizmente, esse fenômeno será observado apenas da Antártica e de alguns lugares no Chile e da Argentina. Se você for para esses países por agora, lembre-se de que não é aconselhável assistir a esse fenômeno sem proteção para os olhos.

Março
Dia 2 de março: primeira lua cheia
Dia 31 de março: segunda lua cheia, a segunda lua azul do ano.
Graças à particularidade dos dias de fevereiro, esse mês também contará com uma lua nos conquistará porque nos dias 2 e 31 haverá luas cheias, então teremos novamente uma lua azul. Esse fenômeno ocorre em média 3 a 7 vezes por século e o próximo será até outubro de 2020.

Abril

Dia 22 de abril: chuva de meteoros Lyrid
De acordo com os estudos, espera-se que a chuva de meteoros Lyrid ocorra de 22 a 24 de abril. O melhor de tudo é que ele pode ser visível em ambos os hemisférios, o ruim é que dura alguns segundos e o fenômeno não é tão brilhante, mas ainda assim é possível aproveitar, com um material mais profissional, como em um observatório, ou um pouco menos, simplesmente se afastando das luzes urbanas. Esse fenômeno é esperado em abril justamente porque sua origem vem do cometa C / 1861 G1 Thatcher.

Confira o resto dos meses no ano na página seguinte.

Maio

Dia 6 de maio: Chuva de meteoros Eta Aquáridas
Dia 9 de maio: Júpiter se aproxima
Este mês, poderão conferir a chuva de meteoros associada ao cometa Halley, Eta Aquaridas. Durará dias e 60 meteoros por hora cairão nos horários de pico. Além disso no dia 9, Júpiter estará posicionado mais próximo da Terra.

Junho
Dia 21 de junho: solstício de verão
Dia 27 de junho: Saturno se aproxima
Para o dia 21, ocorrerá o solstício de verão/inverno, marcando a mudança de estação. Além disso, Saturno poderá ser melhor observado no dia 27, já que ele estará muito mais perto da Terra.

Julho

Dia 21 de julho: Lua de Sangue
Dia 27 de julho: Eclipse total da lua: visível da Europa
No dia 21, espera-se que Marte alcance sua aproximação máxima na Terra e com isso chegue a Lua do Sangue. No dia 27, espera-se um eclipse total da lua, que será visível da Europa, do centro da Ásia e da África.

Agosto
Dia 11 de agosto: Eclipse solar parcial
Dias 12 e 13 13 de agosto: Chuva de meteoros Perseidas
No dia 11, haverá um eclipse solar parcial que poderá ser visto no Canadá, na Groenlândia, no norte da Europa e no norte e leste da Ásia. Os dias 12 e 13 serão marcados pelo pico da chuva de meteoros Perseidas. Serão mais de 150 quedas por hora dos restos do Cometa 109P / Swift-Tuttle, eles esperam que esse fenômeno anual seja muito mais fácil de visualizar porque a lua cheia será apenas no dia 26.

Confira como serão os outros meses na página seguinte.

Setembro

Dia 7 de setembro: Netuno se aproxima
Dia 23 de setembro: Equinócio
Esse mês será um pouco mais parado. Contudo, no Dia da Independência, Netuno, o planeta mais distante do sol no Sistema Solar, terá a posição mais próxima da Terra. No dia 23 serão o equinócio, que marca a mudança de estações.

Outubro
Dia 2 de outubro: Início da chuva de meteoros Orionidas
Essa chuva de meteoros começa no dia 2 de outubro e vai até o dia 7 de novembro. O ponto alto desse fenômeno será ano dia 23 de outubro, quando cerca de 60 estrelas cadentes poderão ser vistas a cada hora.

Novembro

Dia 6 de novembro: Início da chuva de meteoros Leonidas
Em novembro, é a vez da chuva de meteoros Leonidas, produzida pelo pó do cometa Swift Tuttle. O pico de maior relevância terá lugar entre sábado 17 e domingo 18, quando será fácil ver o espetáculo de 40 meteoros por hora.

Dezembro
Dia 4 de dezembro: Início da chuva de meteoros Geminidas
Dia 21 de dezembro: Solstício
Para fechar o ano com chave de ouro, teremos uma das chuvas de meteoros mais esperadas: a Geminidas. Em seus picos, ela contará com uma taxa de 120 meteoros por hora. Segundo os cientistas, as estrelas cadentes serão resultado do asteroide Phaeton.

Se gostou deste artigo, nos deixe um comentário, compartilhe com todos e nos acompanhe também no Instagram!
Fotos: Pixabay/Unsplash

18
Mãe de 8 reclama que não consegue emprego porque é bonita demais
O que você acha?! Juntar-se à conversa
15/02/18 07:03
Letícia Leticia Uchôa
15/02/18 07:03
Olha isso, Edilaine Santos.
15/02/18 07:03
Nossa! Esse ano vai ter bastante fenômenos naturais! Inclusive, amanhã já vai ter o primeiro! Será q vai dar pra gente ver Marli!? Se conseguir me mande as fotos pra eu ver! Dessa vez o eclipse parcial, vai precisar de uma câmera como a sua..o meu zoom vai desfocar!
15/02/18 07:03
Nossa! Esse ano vai ter bastante fenômenos naturais! Inclusive, amanhã já vai ter o primeiro! Será q vai dar pra gente ver Marli!? Se conseguir me mande as fotos pra eu ver! Dessa vez o eclipse parcial, vai precisar de uma câmera como a sua..o meu zoom vai desfocar!