Incrível!DicasVida Saudável

Publicado 2018-03-13
1 Comentário

7 sinais que indicam uma falha no sistema imunológico e que não devem ser ignorados

Quando seu sistema imunológico funciona da maneira correta, é um bom salva-vidas. No entanto, tão bom quanto é, não é inteiramente perfeito. Às vezes, esse grupo de células, tecidos e órgãos especiais não age como deveria. Se estiver seriamente comprometido, as pessoas podem sofrer alergias, asma ou eczema em uma frequência alta. Além disso, se o sistema imunológico começa a atacar outras partes do corpo, em vez de protegê-lo, eles também podem sofrer de uma doença autoimune, como artrite reumatóide ou diabetes tipo 1. Existem pelo menos 80 doenças causadas pelo sistema imunológico, ainda que os sinais sejam comuns. Para saber o que está acontecendo, é melhor ir ao médico, mas, antes, preste atenção aos possíveis sintomas.

1. Problemas ao ir ao banheiro

1. Problemas ao ir ao banheiro

Uma diarreia que dura duas a quatro semanas e não desaparece facilmente pode ser um sério sinal de alerta de que seu sistema imunológico está danificando o revestimento do intestino delgado ou do trato digestivo. Pelo contrário, a constipação também é uma preocupação. Se os movimentos intestinais adequados tomam muito esforço, ou se seus movimentos intestinais parecem estar gerando fezes pequenas, seu sistema imunológico provavelmente forçará seu intestino a diminuir o ritmo. Outras causas incluem bactérias, vírus e outros.

1. Problemas ao ir ao banheiro 1

2. Olhos secos

Caso você sofra de uma desordem autoimune, isso significa que seu sistema está atacando o corpo, em vez de defendê-lo. Artrite reumatóide ou lúpus são dois exemplos. Muitas pessoas que experimentam a condição descobrem ter olhos secos por longos períodos. Elas sentem uma aspereza, como se tivessem algo dentro deles, como areia. Essas pessoas também podem notar dor, vermelhidão, secreções fibrosas ou visão turva. Algumas pessoas descobrem que não podem chorar, mesmo quando sentem dor ou precisam.

2. Olhos secos

3. Formigamento ou dormência nas mãos e nos pés

Em alguns casos, algo tão inocente como isso também pode significar que seu corpo está atacando os nervos que enviam sinais aos músculos. As pessoas que têm síndrome de Guillain-Barré, por exemplo, podem sofrer de um adormecimento que começa nas pernas e depois sobe aos braços e ao peito. A polineuropatia desmielinizante inflamatória crônica tem sintomas semelhantes à desmielinizante do GBS (processo inflamatório agudo), mas enquanto um pode durar de duas semanas a 30 dias, o outro dura mais e compromete o corpo.

3. Formigamento ou dormência nas mãos e nos pés

4. Aumento ou perda de peso

Se o sistema imunológico está danificado, o corpo não pode se proteger, por isso reúne toda a sua energia disponível para combater infecções, o que pode causar perda de peso. O sistema imunológico também funciona no sistema digestivo para prevenir a proliferação de bactérias e parasitas. Se está muito fraco, parasitas e bactérias podem florescer e reduzir a quantidade de nutrientes absorvidos pelos alimentos. Isso também leva a perda de peso. Em contraste, o ganho de peso também está associado à baixa imunidade. Se as células de gordura são armazenadas em vez de serem quebradas para geração de energia, o fígado tem que trabalhar horas extras para ajudar a quebrar as gorduras, em vez de poder desempenhar a função principal de se livrar das toxinas do corpo.

4. Aumento ou perda de peso

5. Infecções respiratórias constantes e persistentes

Estes estão entre os sintomas mais comuns de um sistema imune fraco. Eles se manifestam como uma espécie de gripe constante que na maioria dos casos é sazonal. As pessoas que sofrem de problemas de imunidade geralmente apresentam sintomas de gripe, começando no início do outono e terminando no final da primavera. Essas pessoas também estão predispostas a outras reações alérgicas, como a asma. Com grave deterioração do sistema imunológico, infecções respiratórias graves, como pneumonia, podem aparecer e causar a morte.

5. Infecções respiratórias constantes e persistentes

6. Náuseas, dores de cabeça, vômitos ou febre

A meningite é a infecção da cobertura do cérebro, também conhecida como leptomeninges, enquanto a encefalite é a infecção do tecido cerebral. O sistema imunológico desempenha um papel fundamental na prevenção de que essas doenças atinjam o órgão mais importante. Supõe-se que as próprias meninges proporcionam uma barreira física contra os agentes infecciosos que procuram entrar no tecido, mas uma vez que eles quebram essa barreira, eventualmente alcançarão o cérebro. A meningite geralmente é aguda, causando dor de cabeça, fotofobia, náuseas e vômitos, febre e outros sintomas. Encefalite, por outro lado, manifesta-se com deterioração cognitiva, dor de cabeça, aumento da pressão intracraniana e distúrbios visuais. Em casos graves, ocorrem hemorragias intracranianas e a morte.

6. Náuseas, dores de cabeça, vômitos ou febre

7. Descascar ou descolorir a pele

A pele é o maior órgão do corpo e, como tal, é exposta ao maior número de doenças. Com imunidade fraca, todos esses agentes infecciosos e corpos estranhos podem quebrar esta barreira e causar graves condições de pele, o que pode interferir com a saúde geral da pele, causando secura, descoloração, descamação e irritação. Devido à imunidade reduzida, a capacidade do organismo de curar é severamente comprometida, levando à cicatrização lenta das feridas. Isso também causa cicatrizes antiestéticas que complicam ainda mais a saúde da pele.

Se gostou deste artigo, nos deixe um comentário, compartilhe com todos e nos acompanhe também no Instagram!
Imagens: StarStock

7. Descascar ou descolorir a pele
13
O que você acha?! Juntar-se à conversa

As razões sobre por que devemos EVITAR ao máximo usar CHINELOS
16/03/18 07:03
Nenhum desses me afetou ainda....gracas a DEUS.