Incrível!Família

Publicado 2018-03-19
14 Comentário

Estudo mostra que quanto mais tempo você passa com sua mãe, mais ela viverá

Você passa muito tempo sem ver a sua mãe? Um estudo recente recomenda que você a convide para se verem com mais frequência, pois conclui que a solidão é um fator significativo na deterioração da qualidade de vida das pessoas mais velhas e que há um aumento grande no risco de depressão, deficiência cognitiva e problemas de saúde, como a patologia das artérias ou do coração. E não é só isso, todos esses males podem fazer com que essas mulheres cheguem a falecer mais cedo.

Especificamente, essa pesquisa analisou 1.600 pessoas idosas com idade média de 71 anos. Os cientistas descobriram que 23% das participantes que relataram que estão frequentemente sozinhas morreram 6 anos após o início do estudo, enquanto apenas 14% daquelas que tinham companhia desapareceram nesse mesmo período de tempo. Os resultados, que foram publicados em várias revistas médicas, permaneceram consistentes mesmo depois de ser feito uma revisão do estado de saúde e dos fatores socioeconômicos de cada uma destas mulheres pesquisadas.

Você vê a sua mãe frequentemente? Continue lendo e descubra como tê-la por muito tempo.

A conexão entre os laços sociais e a saúde

Outro estudo publicado em 2010 descobriu que os laços pessoais podem ser tão importantes para a expectativa de vida quanto também para perder peso no caso de você ser obeso ou até para se tornar ativo se você for uma pessoa sedentária. "Nossas relações sociais são essenciais não só para a nossa qualidade de vida, mas também para a nossa longevidade", diz a autora desta pesquisa, Julianne Holt-Lunstad, professora de psicologia da Brigham Young University em Provo, Utah, Estados Unidos.

"Ao longo da história humana, confiamos nos outros para sobreviver, tanto nos aspectos sobre proteção quanto nos aspectos que dizem respeito sobre a alimentação. Mesmo que os avanços modernos nos ajudem a viver de forma mais independente, parece que nossos relacionamentos e contatos interpessoais têm um forte impacto na possibilidade de continuar a viver", disse Julianne. A pesquisa mostrou que a solidão e a marginalidade são fatores terríveis para a nossa saúde. Podemos concluir então que, o melhor “remédio” é a amizade e a companhia. O convívio faz com que seja reduzido a quantidade do hormônio do estresse e estimula a produção de todos os hormônios ligados à felicidade. “Amigos nos dão um senso de propósito, um motivo para nos cuidarmos”, afirma a professora Julianne.

Continue lendo na página seguinte para conhecer todos os detalhes desta pesquisa.

A verdade é que a solidão pode ser considerada um fator mais alto de risco para a saúde do que o ato de fumar ou até mesmo do que ter excesso de peso. Passar o tempo com nossos entes queridos ou amigos geralmente nos leva a rir, a recordar memórias agradáveis e ter um senso de humor positivo. O sorriso é um antídoto poderoso para a deterioração da saúde, na medida em que promove a imunidade, diminui a pressão arterial, estimula o fluxo sanguíneo e a até mesmo aumenta a atividade mental.

Então, o que você está esperando?

Faça uma visita a sua mãe e, por todos os meios, não pare de se comunicar com ela! Passar o tempo com seus pais também te beneficia. A sabedoria transmitida através das gerações pode ser muito valiosa para você. Ninguém te conhece e entende melhor do que sua mãe e seu pai. Como já sabemos, os avós podem ajudar muito a cuidar dos netos e vários estudos mostram que os idosos que cuidam dos filhos de seus filhos são menos propensos a sofrer de demência ou de ter Alzheimer.

Veja na última página como ficar cada vez mais próximo da sua mãe.

Além disso, momentos de vida com vovô e vovó são muito divertidos para os pequenos também. Todos ganham com essa interação! Você já está procurando algo para fazer quando seus pais vieram te visitar na próxima vez? Por que você não pergunta a eles sobre seus avós e começa a fazer uma árvore genealógica que mostra toda sua história? Nunca é tarde demais para conhecer suas origens e conhecer mais curiosidades sobre seus antepassados, talvez você tenha muito em comum com um parente que você nem mesmo conhecia.

Por outro lado, você pode começar a ter novas tradições que durem toda a vida, como exemplo: tirar uma foto de família todo ano, visitar novos países fazendo um sorteio em uma lista ou até aprender a fazer receitas mais elaboradas. As possibilidades são infinitas, a diferença que isso vai fazer na sua vida (e na vida deles também) será enorme. Assim, chegamos ao final do nosso artigo, esperamos que ele tenha inspirado você a dar mais valor à sua mãe e sua família ou pelo menos, te incentivado a ficar mais perto deles.

Se gostou deste artigo, nos deixe um comentário, compartilhe com todos e nos acompanhe também no Instagram!
Fonte: Giphy / Starstock

25
O que você acha?! Juntar-se à conversa
9 Fotos virais com as quais nos enganaram completamente…
24/03/18 07:03
Helena Peixoto te amo
21/03/18 07:03
Eh nada.. por parte de pai era rodeada dos filhos, netos e bisneto, e faleceu bem cedo.
21/03/18 07:03
Minha avó materna tinha os filhos, netos todos proximos e teve alzheimer ... então essa probabilidade con ela não deu certo.
21/03/18 07:03
Carol Breda e Murilo Breda estou dependendo de vocês kkkkkkk
21/03/18 07:03
Bianca NevesTá vendo que preciso ficar perto de vcs ❤
21/03/18 07:03
Maria Lucia Becker, quando te digo que serás eterna! ❤
21/03/18 07:03
isso é muito relativo depende da Qualidade das Relações
21/03/18 07:03
Olha aí Vanessa Gouveia,rs
21/03/18 07:03
Olha tia Ruanita Sillva
21/03/18 07:03
Lohana Moura Daniel Vaz Guilherme Moura Vinicius Moura
21/03/18 07:03
Você viverá muitos e muitos anos!! Agora tem a Clarinha. Tem que me ajudar ❣️❣️❣️
21/03/18 07:03
Se Deus me der vida e saúde, serei um grudinho de vcs
21/03/18 07:03
Você viverá muitos e muitos anos!! Agora tem a Clarinha. Tem que me ajudar ❣️❣️❣️
21/03/18 07:03
Se Deus me der vida e saúde, serei um grudinho de vcs
21/03/18 07:03
Porrannn a mãe vai ser eterna então! Hahaha
21/03/18 07:03
Odete Oliveira Rodrigues..