12 Comentário

A dor menstrual pode ser comparada à de um infarto, segundo estudos

Entendida como um sinal de uma boa saúde a chegada da menstruação pode não apenas ser caracterizada pelo sangramento durante alguns dias do mês, isso porque mais comum do que o incômodo em relação ao fluxo, a reclamação das cólicas dolorosas é uma constante nos consultórios ginecológicos. A menstruação acontece quando a fecundação não ocorre e, por isso, o útero sofre uma descamação gerando o sangramento.

Voltando às reclamações das dores causadas pela cólica durante a menstruação. Elas são bem difíceis de mensurar, pois a intensidade com que afeta cada uma é variável podendo ser leve a muito intensa. Ultimamente, por conta de um estudo britânico, a dor vem sendo comparada à um ataque cardíaco. De acordo com a Academia Americana de Médicos da Família, a dismenorreia, dores durante a menstruação, podem afetar 1 em cada 5 mulheres. E, infelizmente, mesmo com tantas mulheres sofrendo desta condição, não há muitos estudos na área.

Segundo o professor de saúde reprodutiva, John Guillebaud, do University College London, a dor pode ser tão intensa e acentuada que não seria exagero compará-la a um ataque cardíaco. Ainda em relação a esta fala, o ginecologista Frank Tu, diretor do departamento de dor ginecológica da NorthShore University HealthSystem, informou que os médicos são orientados a prescrever analgésicos para cólicas, mas que o efeito deles podem ser insuficientes.

Além da dor em nível elevadíssimo, a dismenorreia tem outros sintomas como cansaço, diarreia, cefaleia, depressão, ansiedade, náuseas e nervosismo. E quem tem se identifica com estes sintomas têm que ter atenção redobrada porque podem ser sinal de doenças graves como a endometriose e adenomiose, por exemplo.

Por conta da falta de seriedade como é tratada a menstruação são geradas, para as mulhres, muitas barreiras difíceis de transpor. O que gera uma cultura do silêncio, onde mulheres são silenciadas, têm suas demandas são ignoradas e suas falas não são ouvidas. Segundo a sociedade geral, as dores menstruais são algo que deve-se acostumar e, por isso, há uma demora em procurar médicos.

É bom deixarmos claro que, apesar de ser um fenômeno natural, a vinda da menstruação não deve trazer consigo sintomas que a atrapalhe ou a prejudique de fazer tarefas do cotidiano, se for este o seu caso é preciso buscar ajuda médica. A ajuda de um profissional responsável pode trazer respostas em relação à intensidade, fluxo e até identificar e orientá-la quanto a um tratamento efetivo.

Doenças relacionada à fortes cólicas menstruais

Endometriose
Esta doença afeta 6 milhões de brasileiras e é caracterizada pela presença do endométrio, tecido que reveste o útero, fora da cavidade uterina. Ele pode estar presente nas trompas, ovários, intestinos e bexiga. Os sintomas são diversos: cólicas menstruais e dor durante a menstruação, dor pré-menstrual, dor durante as relações sexuais, dor difusa ou crônica na região pélvica, fadiga crônica e exaustão, sangramento menstrual intenso ou irregular, alterações intestinais ou urinárias durante a menstruação e dificuldade para engravidar e infertilidade. Aproximadamente 20% das mulheres tem apenas dor, 60% tem dor e infertilidade, e 20% apenas infertilidade. Se tiver estes sintomas, procure um médico para um diagnóstico seguro!

Adenomiose

Esta doença é caracterizada pelo espessamento das paredes uterinas e os sintomas dela envolvem: dor, sangramento ou cólicas fortes, principalmente durante a menstruação. Se os sintomas não são controlados por meio de anti-inflamatórios ou hormônios, a cura pode ser feita através da retirada do útero, mas apenas em último caso. O diagnóstico certeiro somente pode ser feito por um médico ginecologista, procure um especialista!

Se gostou deste artigo, nos deixe um comentário, compartilhe com todos e nos acompanhe também no Instagram!
Fotos: Twitter/ Giphy

6
O que você acha?! Juntar-se à conversa

Criança contrai doença da Idade Média e causa temor nos Estados Unidos
01/05/18 06:03
É realmente muito triste! Sara Oliveira uma dor insuportável
01/05/18 06:03
Paula Rodrigues só quem sente ou convive com quem passa praia entender... Essa Ana tá totalmente por fora...
01/05/18 06:03
Kkkkkk ô minha gente, desculpa então, tá? Não fiquem magoadas, tá bom? Abraços.
01/05/18 06:03
É horrível, fica muito fraca!!
01/05/18 06:03
E o útero para você poder opinar sobre cólica mentrual?
01/05/18 06:03
Paula Rodrigues tenho em casa,filha e esposa
01/05/18 06:03
E o útero? Tem também? Como você sabe quão doloroso é? Conviver com as pessoas não quer dizer nada
29/04/18 06:03
Conversa ??? Minha filha vomita é desmaia de dor...tem endometriose... Só quem passa sabe.
29/04/18 06:03
Já cheguei a desmaiar de tanta dor.
28/04/18 06:03
Imagina então a dor do parto né, povo exagerado kkkkkkkkkkkk
28/04/18 06:03
Pancreatite é pior,eu sei
01/05/18 06:03
E o útero para você poder opinar sobre cólica mentrual?
01/05/18 06:03
Paula Rodrigues tenho em casa,filha e esposa
01/05/18 06:03
E o útero? Tem também? Como você sabe quão doloroso é? Conviver com as pessoas não quer dizer nada
28/04/18 06:03
Tô infartando todo mês