1 Comentário

Por que fazendas de baratas estão começando a fazer sucesso

A barata sempre foi considerada um animal que nos traz bastante asco, mas e, se ao invés deste sentimento ela nos trouxesse uma fonte de renda? Isso mesmo você não leu errado. Isso já acontece na China e é um negócio tão lucrativo quanto asqueroso! No país, o inseto é utilizado por empresas farmacêuticas para fazer tônicos revitalizantes, rações e até para eliminação do lixo de uma forma ecologicamente correta. Impressionante que este animalzinho tenha outras funções além de nos causar pânico!

Na província central de Sichuan, onde se encontra o maior destes negócios, há o equivalente a 2 campos de futebol e que contam com 6 milhões de baratas. Uma das pessoas responsáveis pela empresa entende que a evolução do animal exige esforço quase nulo dos seres humanos para fazer com que o seu crescimento se dê perfeitamente. Nesta empresa, conta-se com 20 funcionários usando da mais alta tecnologia.

Esta instalação faz parte da farmacêutica Haoyisheng, que faz uso apenas de baratas do tipo americana. Os insetos são usados para a produção de tônicos, tradicionais na cultura chinesa, para curar úlceras e dores de estômago. A empresa conta com 280 mil baratas por metro quadrado e que vivem no escuro por cerca de 700 dias. De acordo com os cálculos da empresa, ao decorrer das décadas, o lucro foi de cerca de 684 milhões de dólares.

O sucesso desta primeira empresa gerou em outras pessoas a ideia de também entrar para o mercado de criação de baratas, mas com uma estrutura menor e em diversas outras partes do país. Além do uso farmacêutico, em outro "cultivo" de baratas, localizado na cidade de Jinan, província central de Henan, os insetos tem outra função. São 300 milhões deste animal que eliminam diariamente cerca de 15 toneladas de lixo orgânico. De acordo com supervisores do local, o método utilizado é muito mais rápido do que o feito em lixões comuns, além de ser ecologicamente correto.

Além das empresas em que baratas são usadas para fins farmacêutico e também para ajudar com o lixo, há fazendas de baratas que ajudam na fabricação de proteína para ser utilizada no ramo da pecuária. Mas nem tudo são flores quando se está no ramo de baratas. Pois houve um certo pânico das pessoas que moravam próximas às fazendas de que a fuga destes animais resultasse numa questão emergencial de saúde pública. No ano de 2013, cerca de 1 milhão de baratas fugiram de uma fazenda em Jiangsu.

Esta situação criou o receio de que estes insetos possam provocar doenças e causar epidemias. Em relação a isso, segundo os cuidadores de Xichang, não há possibilidade de fuga, pois os insetos vivem como se estivessem em uma prisão de segurança máxima. E ainda afirmou que por estarem acostumadas com a escuridão, umidade e temperatura das fazenda a fuga não estaria entre as suas prioridades.

E por elas estarem acostumadas com o ambiente em que cresceram, se escaparem não sobreviverão a diferença de temperatura diurna e noturna. Outro adendo interessante em relação aos criadores do animal é que por saberem que estes insetos não são bem quistos pela maioria da população, os frascos de tônico que tem o animal em seu conteúdo aparece apenas com o nome científico da espécie em latim: Periplaneta americana.

O preço do frasco de tônico de barata é de 4 dólares. O principal benefício que as pessoas que consomem o tal remédio bsucam é ter a resistência do inseto. A barata é mais antiga do que os dinossauros e tem quase os mesmos genes em sua composição mesmo após 380 milhões de anos de existência. E esta seria a prova de que estes animais tem um quê de magia.

Se gostou deste artigo, nos deixe um comentário, compartilhe com todos e nos acompanhe também no Instagram!
Fotos: Twitter / Giphy

3
O que você acha?! Juntar-se à conversa

Leite de barata é a bebida mais saudável que você vai tomar na vida, diz estudo
23/05/18 06:03
Porque são baratinhas , baratinhas..