0 Comentário

Você lava a calcinha no chuveiro? Cuidado com a candidíase...

O hábito de lavar as calcinhas no chuveiro pode não ser uma boa ideia quando pensamos nos riscos para a nossa região íntima. Esse tipo de coisa pode levar a alguns riscos para a saúde e o mais comum de acontecer seria uma candidíase, que é um fungo que exige um tratamento por meio de remédios antifúngicos em comprimidos ou pomada. Por isso, talvez seja um hábito a ser abdicado se você faz isso com frequência e não se atenta para um detalhe: como você faz para secar a sua calcinha? No sol ou deixa pendurada no banheiro?

Você lava a calcinha no chuveiro? Cuidado com a candidíase... 1

De acordo com especialistas, o problema não está em lavar a calcinha no chuveiro e sim em onde a sua peça íntima vai secar. Grande parte das pessoas deixa a calcinha secando no box do banheiro ou ainda pendurada na torneira que controla o chuveiro. E é aí que mora o problema. A umidade que sempre há no local acaba virando um ambiente propício para a reprodução de fungos e bactérias.

E é aí que a calcinha torna-se um alvo direto de todos os microrganismos. O que pode-se fazer de acordo com as recomendações é colocar a peça íntima para secar em um varal e que tenha a presença do sol. É bom também passar a calcinha a ferro, principalmente na parte que fica próxima a região íntima. Assim, a calcinha ficará melhor higienizada e você vai garantir que fungos e bactérias passem longe da sua peça íntima. Outra dica que especialistas dão para manter a região saudável é lavar com água e sabão após cada micção ou evacuação.

Candidíase

Candidíase

A candidíase tem alguns sinais como coceira, vermelhidão e inchaço, placas esbranquiçadas, corrimentos esbranquiçados com grumos, dor ou queimação ao urinar e desconforto ou dor durante o sexo. Este fungo é encontrado normalmente em nosso organismo e se prolifera de maneira desordenada quando temos algum problema como estresse ou deficiência na imunidade. O tratamento inclui usar calcinhas de algodão, lavar o genital com água e sabão neutro, dormir sem roupa íntima e evitar absorventes internos.

Se gostou deste artigo, nos deixe um comentário, compartilhe com todos e nos acompanhe também no Instagram!
Fotos: Giphy / Pixabay

9
O que você acha?! Juntar-se à conversa

Doenças que podem atingir o órgão sexual feminino