Histórias reaisVida Saudável

Publicado 2018-06-12
0 Comentário

Contraceptivo mortal: mulher perde os dedos do pé ao usar um DIU

Para não ter mais nenhuma gravidez inesperada, Tanai Smith, uma mãe de 25 anos, decidiu ir ao médico para colocar um DIU, um dispositivo de plástico em forma de T que funcionaria entre três e seis anos como controle de natalidade. Moradora de Baltimore, nos Estados Unidos, ela começou a usar o método em 2014. Esse é um dos dispositivos mais efetivos de baixa manutenção, já apenas uma a cada 100 mulheres que o usam fica grávida por ano. Estava tudo indo bem por 3 anos, até outubro de 2017, quando Tanai foi fazer o acompanhamento anual com o médico e ele percebeu que o DIU não estava no útero. Ele disse que é normal que o dispositivo simplesmente escorregue e caia em alguns casos, mas ela falou que tinha certeza de que não era o caso dela. Contudo, como ela não tinha sintomas, achou que estava tudo certo e não fez nada.

Em dezembro de 2017, ela sentiu fortes dores no estômago e foi parar no hospital. Os médicos revelaram que o DIU tinha ido parar no estômago dela e perguntaram como ela queria extraí-lo, marcando a cirurgia para alguns dias depois. Antes do dia marcado, a mulher acordou de manhã, tirou as meias e percebeu que seus pés estavam pretos. Sem nenhum sinal de sangramento, seu dedo do meio do pé direito estava tão fraco que acabou ficando dentro da meia. Segundo o próprio relato dela à revista feminina Cosmopolitan, parecia quase um dente de leite mole que caiu. Ela foi urgentemente ao hospital para fazer uma radiografia e o exame revelou que o DIU tinha se partido em 4 pedaços e um tinha ido para o fígado dela. Eles fizeram várias operações até o fim de maio deste ano e a mulher acabou sem ovário, útero e os dedos dos pés. Agora, ela compartilha sua história na educação de outras mulheres sobre os riscos potenciais.

Se gostou deste artigo, nos deixe um comentário, compartilhe com todos e nos acompanhe também no Instagram!
Fotos: Twitter

4
O que você acha?! Juntar-se à conversa
Quais são as comidas mais caras do mundo