Polêmico

Publicado 2018-06-19
0 Comentário

Dolly fecha fábrica e demite 700 funcionários após bloqueio judicial

Após a acusação de sonegar 4 bilhões de reais em impostos e com as contas da empresa bloqueadas, a fabricante de refrigerantes Dolly informou que vai fechar a fábrica em Tatuí, São Paulo, e vai demitir seus 700 funcionários. De acordo com a Folha de S.Paulo, o dono da empresa, Laerte Codonho, disse que não consegue pagar os funcionários ou os impostos com a conta presa. Em maio, ele havia sido preso em uma ação conjunta para evitar a destruição das provas de sua sonegação. Ele foi solto dias depois, mas ficou afastado da gestão da Dolly.

Dizendo que a acusação é uma fraude, Codonho acusou a Coca-Cola e uma "procuradoria comprada" de sua detenção. A Coca-Cola e a Procuradoria negam. A Dolly possui mais duas fábricas, em São Bernardo e Diadema, e elas continuam funcionando normalmente. Ainda assim, as grandes redes de varejo não estão recebendo os produtos da empresa porque, segundo Codonho, elas só fazem pagamento com depósito em conta.

Se gostou deste artigo, nos deixe um comentário, compartilhe com todos e nos acompanhe também no Instagram!
Fotos: Twitter

21
O que você acha?! Juntar-se à conversa
As vezes em que pessoas que dormiram em poses super engraçadas