0 Comentário

Há dois alimentos que Meghan Markle já tem que abrir mão pela família real

Meghan Markle, agora Duquesa de Sussex, teve que abrir mão de muita coisa para tornar-se membro da família real, como abdicar das suas redes sociais e da sua carreira de atriz nos Estados Unidos. A sua maneira de vestir-se também, a atriz está mais sofisticada, utilizando tons neutros, vestidos abaixo dos joelhos e, ainda sapatos que não mostrem os dedos do pé e que ajudem a compor um visual mais sóbrio. Alguns dizem que ainda é possível identificar o estilo de Markle e, que ele apenas amadureceu.

Mas além de todas estas mudanças, ela terá que dar adeus à alguns alimentos. Um deles é o alho, em eventos que ela representará a família real, como festas, contato com a audiência e invariavelmente durante viagens, a duquesa terá que dizer não ao tempero. E motivo é que ela não pode comunicar-se com outros convidados dos eventos com o famoso "bafo".

Segundo o "Sunday Express": "O alho é proibido em alimentos ingeridos por membros da família real. Com muitas reuniões entre os visitantes oficiais, acredita-se que não seja aconselhado para evitar constrangimentos por conta do mau hálito." E no que precisar da Rainha Elizabeth para que esta regra seja colocada em qualquer ocasião, ela será cumprida. A monarca odeia alho e não deixa que nenhuma comida venha com este tempero quando ela está presente.

Para o chefe de cozinha do Palácio de Buckingham, Darren McGrady, a cebola também é usada de maneira bem contida, pois é outro item mal visto pela rainha. Mas, voltando à Meghan, o outro alimento que ela não poderá degustar de forma alguma são os mariscos e outros frutos do mar. E proibição deles não tem a ver com o odor, mas sim com o risco de intoxicação alimentar que pode vir a causar.

Se gostou deste artigo, nos deixe um comentário, compartilhe com todos e nos acompanhe também no Instagram!
Fotos: Instagram / Twitter

3
O que você acha?! Juntar-se à conversa

Coisas inesperadas que a rainha Elizabeth nunca viaja sem