0 Comentário

Autoridades fazem ensaios para a morte de Rainha Elizabeth II

O mundo ficou espantado com o cancelamento da presença da Rainha Elizabeth em uma missa por problemas de saúde. A monarca compareceria à uma missa na Catedral de São Paulo (Saint Paul's Cathedral), mas não conseguiu honrar o compromisso devido à sua indisposição. O Palácio de Buckingham, porta-voz da rainha, fez questão de esclarecer o ocorrido. “A rainha se sentiu mal e decidiu não comparecer a missa.” Aos 92 anos e, estando no poder desde 1952, os jornais e revistas vêm gerando especulações sobre o real estado de saúde da matriarca da família real.

Autoridades fazem ensaios para a morte de Rainha Elizabeth II 1

Não é de hoje que existem várias notícias sobre como anda a saúde da Rainha Elizabeth, mas agora com a sua decisão de não ir à missa do 200º aniversário da Ordem de São Miguel e São Jorge da cavalaria britânica, elas tendem a aumentar. Porém, fontes oficiais afirmaram que não foi preciso que um médico a atendesse no dia da sua indisposição. Mas algo muito suspeito aconteceu e o jornal britânico “The Sunday Times” noticiou tudo.

Autoridades fazem ensaios para a morte de Rainha Elizabeth II 2

Segundo o informativo, algumas autoridades foram convidadas para fazerem parte de um ensaio que, muito provavelmente, não gostariam de estar presentes. Pois, trata-se do conjunto de cerimônias e outros procedimento caso a morte da Rainha Elizabeth II venha a acontecer. A publicação afirma que a morte da monarca vem acompanhada de pelo menos 10 dias de luto nacional. Mas o ensaio tratou de focar no que seria o dia seguinte da morte da rainha, batizado de “D+1”. Pelo o que parece o não comparecimento de Elizabeth em um evento oficial assustou muito as pessoas.

Autoridades fazem ensaios para a morte de Rainha Elizabeth II 3

A Rainha Elizabeth II está a frente da coroa britânica desde fevereiro de 1952. E aos longos dos seus 66 anos de reinado, ela sempre mostrou ter uma saúde de ferro e, por isso, desmarcar um evento foi considerado tão estranho. O jornal britânico ainda explica que o ensaio foi feito com a presença de funcionários e assessores que tem um certo grau de proximidade da monarca. Segundo consta na reportagem, esta foi a primeira vez em que políticos e funcionários civis fizeram uma reunião juntos para discutir os rumos após a morte da Rainha.

Autoridades fazem ensaios para a morte de Rainha Elizabeth II 4

Em relação aos tais rumos, ficou decidido que a Primeira Ministra Britânica,Theresa May, anunciará à nação o mais rápido possível após o ocorrido. O jornal finalizou que o evento tem caráter prioritário e ficará marcado na história recente do Reino Unido. Em relação ao último evento que a Rainha Elizabeth II não participou, os assessores da Família Real trataram de desmentir qualquer fato que falasse sobre a sua saúde! Porém, mesmo que ela não esteja doente já há algumas coisas programadas para quando a monarca não estiver mais aqui.

Autoridades fazem ensaios para a morte de Rainha Elizabeth II 5

Uma delas é que por ser muito querida ao redor do mundo, provavelmente o seu funeral seria um dos maiores e mais comoventes de toda a história. Para termos uma noção, quando a princesa Diana morreu, mais de 1 milhão de pessoas acompanharam o seu velório e pelo menos 2,5 bilhões telespectadores acompanharam pela TV. No caso da rainha, há uma estimativa de que meio milhão de pessoas estarão em seu velório. Para tanto, serão espalhados telões pelas ruas e bandeiras descerão a meio mastro.

Autoridades fazem ensaios para a morte de Rainha Elizabeth II 6

Na "London Bridge", termo usado sobre a operação após a morte da Rainha, já consta que às 11h do dia seguinte à morte da Rainha Elizabeth II, o príncipe Charles será proclamado rei. Para o funeral, o caixão deve estar na Abadia de Westminster às 11h da manhã. Fora isso, além dos vários países que já têm algo preparado para a sua morte, vários canais de TV, já têm uma programação pronta para o triste dia. Outro fator interessante é que a nova moeda nacional deverá ser: “God Save The King”, ao invés de “God Save The Queen”, troca-se “Deus Salve a Rainha” por “Deus Salve o Rei”. Passaportes, insígnias e selos terão que ser alterados e novamente impressos.

Autoridades fazem ensaios para a morte de Rainha Elizabeth II 7

E o último fator que destacaremos aqui é que os cofres públicos terão um grande rombo com o funeral da Rainha Elizabeth. A economia perderá alguns bilhões por conta dos dias de comércio fechado também. Além disso, a nova coroação, no caso do Prínicpe Charles, custará outras boas libras aos cofres. E nos 12 dias que seguirão, pós-morte e coroação do Príncipe Charles, provavelmente serão serão feriados. Além disso, por mais que a monarquia seja uma tradição, a Grã-Bretanha pode vir a tornar-se uma nova república.

Se gostou deste artigo, nos deixe um comentário, compartilhe com todos e nos acompanhe também no Instagram!
Fotos: Pixabay / Unsplash

Autoridades fazem ensaios para a morte de Rainha Elizabeth II 8
3
O que você acha?! Juntar-se à conversa

Coisas inesperadas que a rainha Elizabeth nunca viaja sem