0 Comentário

Qual é a verdadeira face da Escravidão no Brasil?

A escravidão foi um período muito doloroso na história brasileira e durou 358 anos (1530 a 1888). Durante esse tempo, os negros eram trazidos pelo tráfico e o fluxo foi tão alto, que em um certo período de tempo, os escravos chegaram a ser 75% da população como no Recôncavo Baiano, por exemplo. Mas chegar até o Brasil era uma tarefa difícil, visto que a proliferação de doenças em um navio negreiro era muito alta, como por exemplo o escorbuto, causado pela falta de vitamina C. Historiadores confirmam que quase 5 milhões de africanos vieram para o Brasil durante a época da escravidão. E, claro que muitas mentiras são espalhadas sobre o período e queremos esclarecer alguns assuntos neste artigo.

1 - A dieta dos negros nos navios era composta por azeite e milho, quando havia...por isso, a falta de vitaminas gerava doenças como o escorbuto.

1 - A dieta dos negros nos navios era composta por azeite e milho, quando havia...por isso, a falta de vitaminas gerava doenças como o escorbuto.

Não perca o novo vídeo do nosso canal do Youtube! Após matar indústrias, tomar manchetes e deixar recrutadores malucos, o reinado dos Millennials, Geração Y ou todos os outros nomes que foram inventados para os que nasceram no final dos anos 70s até meados dos anos 90s está chegando ao fim, mas não por isso eles serão esquecidos. Enquanto a geração Z está prestes a tomar o lugar nas manchetes, vamos recapitular o que verdade e o que é estereótipo dessa geração que todos amam odiar:

2 - A capacidade de transporte de escravos em navios era de 350 a 500 pessoas por viagem.

2 - A capacidade de transporte de escravos em navios era de 350 a 500 pessoas por viagem.

3 - Navios que traziam os escravos para o Brasil eram chamados de tumbeiros devido ao alto índice de mortalidade.

4 - A origem dos escravos é dividida entre iorubás, malês ou alufás e bantos.

5 - Quando chegavam o Brasil e iriam ser vendidos, os escravos ou peças eram lustrados, tinham os cabelos raspados, eram engordados e ainda passavam um óleo para esconder possíveis doenças…

6 - Quando vendido entre os 12 e 30 anos, o escravo homem era mais valioso.

7 - Trabalhando de 6 da manhã às 10 da noite, aos 35 anos os escravos já tinham cabelos brancos e bocas sem dentes.

8 - A feijoada foi inventada pelos escravos quando eles recebiam muitas vezes um caldo de feijão. Com o caldo em mãos, aproveitavam as partes desprezadas pela Casa Grande: língua, rabo, pés e orelhas...assim surgiu a feijoada.

9 - Por ano, um senhor de engenho podia importar 120 escravos africanos. E a lei dizia que somente podiam levar 50 chibatadas por dia.

10 - Até os 5 ou 6 anos de idade, as crianças brancas e negras podiam brincar ou andar juntas, mas quando a negra fazia 7 anos tinha que lidar com o trabalho como escravo.

11 - Os pratos de origem africana como vatapá e caruru acabaram conquistando o paladar dos donos dos escravos.

3 - Navios que traziam os escravos para o Brasil eram chamados de tumbeiros devido ao alto índice de mortalidade.

12 - Por muitas vezes, as senzalas dividiam homens e mulheres, mas algumas vezes eram permitidos que casais fossem morar em locais separados…

13 - Era comum que aos domingos os escravos pudessem plantar algo para consumir. Comumente plantavam mandioca e ervas.

14 - Os donos de escravos muitas vezes permitiam as festas e danças para evitar futuras revoltas.

15 - Com a modernização das cidades, começaram a surgir escravos urbanos como pedreiros, vendedores de galinhas, barbeiros e até rendeiras. Além dos carregadores de todos os tipos…

16 - Os negros nunca foram pacíficos em relação à escravidão. Alguns quebravam ferramentas de trabalho, outros colocavam fogo nas senzalas e também havia os que suicidavam comendo terra. Outros morriam por falta de alimentação devido a tristeza.

17 - A palavra capoeira vem do tupi (Kapu’era). Ela foi desenvolvida nos quilombos pernambucanos no século XVI.

18 - Até o fim da escravidão, a lei punia capoeiristas com até 300 açoites e até calabouço.

19 - O Brasil foi o último país da América a abolir a escravidão. Somente em 13 de maio de 1888.

Se gostou deste artigo, nos deixe um comentário, compartilhe com todos e nos acompanhe também no Instagram!
Fotos: Pixabay / Instagram / Twitter

Não perca o novo vídeo do nosso canal do Youtube! Pense na pessoa mais louca que você já conheceu. Agora dê poder e uma coroa para ela! De limítrofes a donas de centenas de amantes, todas essas rainhas marcaram a história por suas ordens e comportamentos totalmente descabidos. Conheça algumas das histórias bizarras dessas mulheres neste vídeo:

84
O que você acha?! Juntar-se à conversa

Como Se Lembrar das Suas Vidas Passadas