0 Comentário

Alimentos que você continua comendo mesmo com a condenação da ciência

Tem gente que não perde a oportunidade de cair em tentação e dar uma escapadinha nas refeições normais do dia a dia por um alimento que já sabemos que não faz nada bem para o nosso organismo! Nós sabemos, como bons humanos, que às vezes é muito difícil conseguiu matar aquela vontade de comer alguma “porcaria” com uma porção de brócolis. Então se for somente por algumas vezes está tudo bem, mas se o seu hábito é diário é hora de consultar o seu médico e checar se há alguma falta de vitaminas, etc. no seu organismo. De uma forma ou de outra, segue a nossa lista dos alimentos condenados pela ciência e que nós não conseguimos abrir mão! Confira!

1 - Biscoito recheado

1 - Biscoito recheado

O primeiro da lista é o biscoito recheado e ele está em quase 100% das casas dos brasileiros! Mas apesar de ser um produto direcionado para as crianças, tem muito adulto por aí que inclui a tal guloseima sua alimentação diária. Mas vamos falar dos problemas de comer esse tipo de alimento. O biscoito tem em sua base açúcar, farinha e emulsionante. E o primeiro problema dele encontra-se na quantidade de calorias. Quando consome-se 100 gramas em biscoitos, há uma ingestão de 469 calorias. Além disso, o alto teor de carboidrato e sódio ainda são um problema.

1 - Biscoito recheado 1

Não perca o novo vídeo do nosso canal do Youtube! Todo mundo tem gripe um dia e sabe que ela é chatinha. Você espirra por uns dias, nariz escorrendo, garganta coçando, às vezes passa um dia com febre e depois volta para a vida normal. Infelizmente, não é assim para todo mundo. Além de pessoas no grupo de risco morrerem com a doença, as autoridades estão lutando para combater as fake news, que são responsáveis por aumentar o número de falecimentos anualmente. Mais e mais pessoas acabem entrando nos grupos de risco ou sofrendo por pura ignorância. Confira neste vídeo por que, em pleno século XXI, 650 mil pessoas morrem por ano por causa da gripe:

1.1 - O que acontece quando ingerimos biscoito?

O biscoito transforma-se em gordura no nosso corpo. Além disso, é composto por muito açúcar e gorduras saturadas. Para termos uma noção um pacote de biscoito recheado equivale a 1000 calorias. Então, quem gosta de biscoito recheado deve optar por alguma que tenha farinha integral e sempre ler o rótulo antes de comprar o tal produto. Até porque além das calorias ingeridas através do biscoito, há o favorecimento de doenças crônicas por conta da alta quantidade de radicais livres em sua composição. Mas nada de terrorismo também, ele pode aparecer uma ou duas vezes por semana, com moderação, viu?

1.1 - O que acontece quando ingerimos biscoito?

2 - O óleo de coco não é essa maravilha para a saúde.

Ele já foi considerado o grande queridinho das pessoas que buscam uma alimentação saudável, mas não é bem assim. Ele é um dos queridinhos do mundo fitness, mas parece que não faz esse bem todo não. Segunda a diretora do Instituto de Prevenção e Epidemiologia de Tumores da Universidade de Friburgo, na Alemanha, e professora na Escola de Saúde Pública de Harvard, nos Estados Unidos, Karin Michels, o óleo de coco é uma das piores comidas que se pode ingerir. Para Michels, não há estudos que comprovem bons resultados em humanos e mais do que isso ele é pior do que banha de porco.

2 - O óleo de coco não é essa maravilha para a saúde.

2.1 - Óleo de coco não tem nada comprovado que ele seja realmente bom para a saúde

Para Michels o óleo de coco nada mais é do que veneno puro. Lembrando que um estudo da American Heart Association afirmou que ele tem o mesmo efeito da manteiga. Ele é 82 % de gordura saturada, enquanto a manteiga tem 63%. Para esta entidade, por meio de um artigo, o óleo de coco aumentou o colesterol ruim até em comparação com o óleo de cártamo. Para a AHA, a impresa e o marketing do produto têm uma certa culpa na disseminação da notícia de seus benefícios. Ou seja, nada bom para a saúde, mas a gente pode continuar hidratando os cabelos com ele, não é mesmo?

2.1 - Óleo de coco não tem nada comprovado que ele seja realmente bom para a saúde

3 - Não se deixe enganar pelo sabor dos salgadinhos...não são nada bons para a nossa saúde e vão favorecer doenças cardiovasculares.

Os componentes destes chips são geralmente arroz, trigo, flocos de milho e flocos de batata, somente falando de cereais. Tudo bem por aí, né? Aí estes ingredientes são misturados e cozidos a uma temperatura superior a 120º C, que acaba formando a acrilamida devido ao amido colocado em altas temperaturas, que é altamente cancerígena. Antes de serem embaladas, levam aquele pó aromático de bacon, queijo e outros. E o problema não para aí porque nós sabemos que os problemas são um pouco maiores e as crianças são as mais afetadas por isso.

3 - Não se deixe enganar pelo sabor dos salgadinhos...não são nada bons para a nossa saúde e vão favorecer doenças cardiovasculares.

3.1 - Outros problemas

Além da substância cancerígena que acaba aparecendo no processo de feitura do produto há vários outros itens que devemos nos preocupar. São eles sódio, gordura e carboidratos. E aqui além de salgadinhos, podemos incluir as batatas fritas que tem também o problema da fritura, que é terrível para o aparecimento de doenças cardiovasculares. Outro item que podemos citar aqui são os salgadinhos de milho que todo mundo que teve uma infância boa deve lembrar-se. Mas não se engane pelas lembranças, um pacote de 63 gramas tem 17% sódio, o que pode gerar pressão alta e também doenças de cunho renal.

3.1 - Outros problemas

4 - A condenação do açúcar não é de hoje...mas hoje sabemos nitidamente que apesar de nos sentirmos muito bem ao comê-lo...devemos pensar 2 vezes.

O que a gente já sabe sobre o açúcar e que estamos cansados de saber é que o açúcar aumenta o nível calórico e isso faz com que o nosso peso aumente. Para quem come muitas coisas com açúcar é bom saber que o nosso corpo fica fraco em nutrientes e isso acaba colaborando para um sistema imunológico prejudicado. Além disso, o excesso de açúcar vai agravar ou provocar uma inflamação no nosso organismo. Ou seja, este ingrediente somente causa coisas ruins em nosso organismo ainda mais se o consumirmos em excesso. Mas você acha que acabou? Não é só isso.

4 - A condenação do açúcar não é de hoje...mas hoje sabemos nitidamente que apesar de nos sentirmos muito bem ao comê-lo...devemos pensar 2 vezes.

4.1 - O açúcar favorece aumento do colesterol.

Além de colaborar para o aparecimento da diabetes e sem contar no risco da obesidade. E sabe o que mais ele é capaz de fazer? Inibir hormônios do crescimento gerando um envelhecimento precoce do nosso corpo. E o problema para cortá-lo é que ele tem um poder muito viciante e para tirá-lo da rotina alimentar vai ser necessário estar alerta em relação às recaídas já que seu cérebro já fez algumas ligações entre prazer associado à ingestão de açúcar. Para saciar a vontade de frutose é bom optar por frutas como maça, pera e até banana. A OMS afirmou que o nível seguro de açúcar não deve ultrapassar 50 gramas.

4.1 - O açúcar favorece aumento do colesterol.

5 - Embutidos em geral são dotados de muitos conservantes e nem mesmo o peito de peru escapa dessa.

Justamente porque apresentam uma maior durabilidade eles são modificados quimicamente para isso. E não é muito novidade que este tipo de alimento seja prejudicial quando ingerido em muita quantidade por terem mais gordura saturada do que a natural. Além disso, este tipo de alimento colabora para um maior risco de doenças cardiovasculares e sem falar no aumento de colesterol. Um dos ingredientes mais prejudiciais volta a ser o sódio. De acordo com a Associação Brasileira das Indústrias da Alimentação (Abia), 24% da ingestão de sal dos brasileiros vem dos alimentos industrializados.

5 - Embutidos em geral são dotados de muitos conservantes e nem mesmo o peito de peru escapa dessa.

5.1 - Ricos em sódio, aditivos químicos e gorduras ao consumí-los você pode ter desde problemas inflamatórios até mesmo câncer.

Por conta dos conservantes, este tipo de alimento é altamente prejudicial e ainda cancerígeno. Outra coisa é que por conta dos aditivos pode haver sobrecarga do fígado. É importante notar que peito de peru e chester também encotram-se na lista juntamente com o presunto. Mas não há problema se ele for consumido cerca de 2 vezes semanalmente. Uma boa dica é substituir a carne processada e industrializada presente num sanduíche de mortadela por um peito de frango. Outra dica é que sempre que for consumir coisas do tipo investir em uma salada como acompanhamento.

5.1 - Ricos em sódio, aditivos químicos e gorduras ao consumí-los você pode ter desde problemas inflamatórios até mesmo câncer.

6 - O macarrão instantâneo

O famoso miojo ou cup noodles é outro que compõem esta lista com seu méritos nada bons. Tem certas marcas que têm mais de 20 ingredientes. Dentre os ingredientes ruins podemos citar o alto teor de sódio, gordura e conservantes. Além disso, talvez você não saiba, mas este tipo de macarrão é frito antes de ser embalado o que permite que o seu tempo de cozimento seja menor do que normalmente. E isso acaba colaborando para o seu aumento de peso. Segundo a OMS, devemos ingerir no máximo 4 g de sódio por dia, mas este tipo de alimento traz pelo menos 8 g em sua composição.

6 - O macarrão instantâneo

6.1 - O alimento é ultraprocessado e tem muito sódio! Alguns pacotes chegam a conter mais de 1.600 mg de sódio. Fora, miojo!

É bom lembrar que a maior parte do sódio encontra-se no tempero pronto que o acompanha, mesmo assim não é a opção mais saudável. Um dos ingredientes do tal pacotinho é o glutamato monossódico que é muito industrializado e processado. Aqui reservamos algumas consequências do alto consumo deste alimento: aumento da pressão arterial, problemas cardíacos, colesterol ruim aumentado, comprometimento renal, aumento do peso e ainda síndrome metabólica. Para tanto, existem opções mais saudáveis e que gastam no máximo 10 minutos como um macarrão feito com temperos normais e tomates maduros.

6.1 - O alimento é ultraprocessado e tem muito sódio! Alguns pacotes chegam a conter mais de 1.600 mg de sódio. Fora, miojo!

7 - Frituras também são motivo de preocupação por conta de onde são colocadas para ter aquela coloração...no caso no óleo.

Sabe aquele hambúrguer feito na medida com aquela batata frita...bem talvez não seja a melhor opção se você quer que seu corpo não sofra consequências ao longo dos anos. O que sabemos é que o excessp de frituras colabora para o aumento da chance de ser acometido por doenças cardiovasculares. Isso acotnece porque quando o óleo é colocado em altas temperaturas, a gordura é muito ruim e pode entupir artérias e causar outros sérios danos. E se você pretende viver bastante, é certo que não devemos consumir alimentos fritos...

7 - Frituras também são motivo de preocupação por conta de onde são colocadas para ter aquela coloração...no caso no óleo.

7.1- Quando em altas temperaturas, o óleo pode liberar acroleína, que tem relação com problemas como infarto e até câncer.

É importante trocar a fritura por coisas grelhadas, assadas ou feitas por meio de vapor. O que pode acontecer com o seu corpo ao ingerir este tipo de alimento é: aumento de doenças cardiovasculares, aumento de pressão arterial, desenvolvimento de câncer, diminuição de fertilidade, etc. A fritura é um alimentop consumido com uma característica inflamatória e que vai facilitar o acúmulo de gordura na região abdominal. Além disso, pode criar-se resistência à insulina e isso gerar mal estar, dores de cabeça e falta de energia. Parece que o prazer da gula não é maior do que o prazer de manter a saúde em dia.

7.1- Quando em altas temperaturas, o óleo pode liberar acroleína, que tem relação com problemas como infarto e até câncer.

8 - Álcool também não escapou dos cientistas. A bebida alcoólica pode vir a causar tumores também.

Por não sabermos exatamente qual seria a quantidade aceitável é extremamente necessário que nos atentemos aos seus malefícios. De acordo com a OMS, a bebida alcoólica aumenta o risco de desenvolver depressão, ansiedade, cirrose hepática e pancreatite. Além disso, ela potencializa as chances de suicídio e envolvimento em acidentes. Ainda há o fator de que o álcool está relacionado ao câncer de boca, nariz, laringe, esôfago, cólon, fígado e para as mulheres o terrível câncer de mama. Entre 4% e 30% das mortes podem ser atribuídas ao consumo de álcool.

Se você gostou deste artigo, deixe um comentário em nossa página! Compartilhe com os seus amigos e não esqueça de seguir o nosso perfil no Instagram!
Fonte: Pixabay

8 - Álcool também não escapou dos cientistas. A bebida alcoólica pode vir a causar tumores também.

Não perca o novo vídeo do nosso canal do Youtube! Se deixássemos de comer tudo o que nos dizem que faz mal, muitos de nós nunca mais seriam felizes. Contudo, alguns ultrapassam alimentos tanto a barreira do “não faz bem à saúde” que alguns países tiveram que proibir a circulação ou fazer alertas oficiais sobre os perigos. Ainda assim, muitos deles podem ser encontrados na sua esquina. Confira neste vídeo sobre quais você deve manter o alerta:

73
O que você acha?! Juntar-se à conversa

Como Se Lembrar das Suas Vidas Passadas