São Paulo

Publicado 2018-10-09
0 Comentário

Homem de Sorocaba receberá transplante de medula de polonês

Thiago Wilfer, de Sorocaba, receber[a de um polonês de 26 anos a medula para fazer um transplante. A família do empresário chegou a fazer uma campanha para aumentar o número de cadastros de doadores de medula através da internet, e mobilizou milhares de pessoas, que fizeram caravanas para ir até hemocentros de São Paulo e Campinas. Thiago, de 34 anos, foi diagnosticado em janeiro de 2017 com leucemia. O empresário está bastante confiante com relação à sua melhora após o transplante.

Homem de Sorocaba receberá transplante de medula de polonês 1

Por causa da campanha feita nas redes sociais para tentar encontrar um doador compatível com Thiago, milhares de pessoas foram o hemocentro de sorocaba, o que acabou provocando uma certa confusão, que chegou até a justiça. O que aconteceu é que a unidade responsável por receber o cadastro de doadores de medula disse que só poderia receber 200 cadastros por mês. Então o Ministério Público moveu uma ação pedindo que os usuários fossem atendidos e pudessem fazer o cadastro.

Homem de Sorocaba receberá transplante de medula de polonês 2

A Secretaria de Saúde Estadual confirmou que há uma cota estabelecida para receber o cadastro de doadores, e a justiça entendeu que não há ilegalidade na distribuição de cotas de cadastro de novos doadores de medula óssea no Registro Brasileiro de Doadores Voluntários. Foi então que os voluntários resolveram se organizar e ir em caravanas até outras cidades, como São Paulo e Campinas, para que todos possam fazer o cadastro mais rapidamente. Foi pedido para que quando houver excedente de cadastros em uma cidade do estado, que elas sejam transferidas para outro hemocentro.

Homem de Sorocaba receberá transplante de medula de polonês 3

O doador polonês tem 26 anos e deve fazera doação em pouco tempo. Ele escolherá a melhor data para comparecer a um hospital para fazer coleta do material e então a doação será feita, na cidade de São Paulo, no IBCC. A compatibilidade entre Thiago e o polonês é de 90%, mas exames já foram feitos, e não há risco de rejeição por causa dos 10%. A esposa de Thiago está muito feliz e o transplante será realizado em breve.

Homem de Sorocaba receberá transplante de medula de polonês 4

Não perca o novo vídeo do nosso canal do Youtube! A maioria de nós descobriu o Dia das Bruxas em filmes e séries dos Estados Unidos a que crescemos assistindo, mas poucos sabem que essa tradição é muito maior e mais antiga! Nem norte-americana é! As origens são tão fortes e misteriosas que sobrevivem até hoje - e movimentam MUITO DINHEIRO. Entenda tudo neste vídeo:

7 sintomas da LEUCEMIA que não devem ser ignorados em nenhuma circunstância

A leucemia é um câncer de sangue e medula óssea, uma malignidade que causa uma produção anormal de certas células sanguíneas. À medida que essas células não saudáveis expulsam as saudáveis, a função do sangue começa a falhar e os sintomas físicos podem ser notados. A doença pode piorar rapidamente se você tem um tipo conhecido como leucemia aguda e, lentamente, ela se tornar a leucemia crônica, de acordo com o Instituto Nacional de Saúde. Independentemente do tipo, se você sentir algum dos seguintes sintomas, vá imediatamente visitar um médico, pois só o laudo pode te dar uma informação concreta.

7 sintomas da LEUCEMIA que não devem ser ignorados em nenhuma circunstância

1. Fadiga constante e fraqueza

A fadiga e a fraqueza são os sintomas mais comuns em todos os tipos de leucemia e que muitas vezes são causados por anemia, uma deficiência dos glóbulos vermelhos que faz com que a pessoa se sinta muito mais cansada do que o normal. Em ambos os casos, crônicos e agudos, é possível experimentar um intervalo que pode variar da fadiga leve à extrema fraqueza, mas em todos os casos os sintomas pioram ao longo do tempo. Existem muitas outras possíveis causas de fraqueza, mas se é uma fadiga extrema, você deve levar isso em consideração.

1. Fadiga constante e fraqueza

2. Hematomas excessivos ou sem motivo aparente

Contusões inexplicadas, sem qualquer ocorrência de trauma físico, podem ser um sintoma claro de leucemia, de acordo com Pamela Crilley, presidente do Departamento de Oncologia Médica dos Centros de Tratamento do Câncer da América. Hematomas incomuns resultam de uma baixa contagem de plaquetas ou sérios problemas de coagulação. "Você pode desenvolver machucados espontaneamente, sem nenhum motivo aparente", diz ela. "Eles podem estar em qualquer lugar, mas normalmente surgem nas extremidades, braços e pernas".

2. Hematomas excessivos ou sem motivo aparente

3. Gengivas inchadas

Embora um aumento no tamanho das gengivas, também conhecido como hiperplasia gengival, seja geralmente encontrado em apenas uma pequena porção de pacientes com leucemia aguda, este é um dos sintomas mais óbvios da doença. "Quando temos um paciente com leucemia, sempre devemos olhar sua boca para ver se as gengivas ficaram maiores", disse Crilley. As gengivas podem parecer muito inchadas e quase sempre há um desconforto bucal muito estranho. É por isso que, embora não pareça importante, a boca é algo para se prestar muita atenção.

3. Gengivas inchadas

4. Manchas na pele

Essas manchas geralmente são vermelhas e aparecem sob a pele devido ao sangramento ou hemorragia. A doutora Crilley descreve este sintoma como "se alguém tivesse pintado pequenos pontos vermelhos na pele com a ajuda de uma caneta". Essas manchas, que às vezes podem passar despercebidas devido ao seu tamanho, indolência e aparência nas extremidades inferiores, indicam uma baixa contagem das plaquetas. De acordo com o Dr. Levis, este sintoma é tipicamente encontrado em torno dos tornozelos, já que a sua gravidade resulta na acumulação de fluidos corporais nas pernas.

4. Manchas na pele

5. Desconforto ou dor na parte superior esquerda do abdômen

Em muitos casos, o baço acaba sendo ampliado pela leucemia, o que resulta em um desconforto abdominal ou até mesmo em uma dor latejante. "Parte do baço de um paciente que veio a mim com leucemia crônica havia morrido", disse Levis. "Ele disse que doía muito e que ele sentia uma dor muito forte no abdômen". Devido principalmente ao fato de que o baço é na parte superior esquerda do abdômen, o desconforto pode ser concentrado nesta área. É verdade que a dor no estômago pode ser devido a muitas coisas, mas é aconselhável tratá-la a tempo e não a ignorar em nenhuma circunstância.

5. Desconforto ou dor na parte superior esquerda do abdômen

6. Erupções cutâneas

Aproximadamente 1 em cada 20 pacientes com leucemia pode ter uma erupção cutânea que se enquadra em duas categorias possíveis: leucemia de pele ou síndrome de Sweet, comumente associada ao mesmo tipo de câncer. No caso da leucemia, sempre parece que um nódulo foi inserido na pele. Ocasionalmente, pode ser algo parecido com uma placa. As erupções da síndrome de Sweet, por outro lado, aparecem vermelhas e afiadas, semelhantes a uma reação alérgica. No entanto, embora elas possuam todas as formas e tamanhos, aquelas relacionados à leucemia possuem uma coisa em comum: continuarão a crescer e se espalhar.

6. Erupções cutâneas

7. Infecções frequentes ou recorrentes

Se você tem uma pequena infecção que não desaparece, não importa quantos antibióticos seu médico prescreva, pode ser o momento certo para se submeter a uma análise sanguínea completa e detectar anormalidades nos níveis dos glóbulos brancos, hemoglobina e plaquetas. Níveis anormais de células brancas no sangue levam a um sistema imunológico prejudicado, o que poderia explicar infecções freqüentes e a sensação de estar sempre à beira de uma gripe. Isto, juntamente com outros sinais de fadiga ou contusões, deve ser motivo mais do que suficiente para que você consulte o seu médico. A leucemia é sempre uma surpresa, já que os afetados com este câncer podem desenvolver sintomas assintomáticos ou muito comuns quando associados a outras doenças. É de suma importância realizar exames médicos, análise sanguínea e uma biópsia da medula óssea, que caracterizará o tipo exato de leucemia e ditará o tratamento necessário.

7. Infecções frequentes ou recorrentes
1
O que você acha?! Juntar-se à conversa
Fátima Bernardes divide opiniões ao dizer que 'madastra' não deve ser chamada de 'mãe'
Os mais comentados