0 Comentário

Menino é expulso de shopping após ter sido levado ao local para comprar chinelo

O que tinha tudo para ser apenas alguém fazendo uma boa ação tornou-se uma cena deplorável e mostrou como o país ainda tem muito a caminhar. Tudo começou quando uma pessoa quis comprar um chinelo para um garoto de uns 13 anos de idade que apresentava-se no sinal fazendo malabares. A mulher e o menino entraram no shopping Diamond Mall para conseguir comprar o tal calçado. Chegando ao local o menino foi expulso do estabelecimento por um segurança. Um casal que estava no shopping e que presenciou o fato se envolveu na briga.

Menino é expulso de shopping após ter sido levado ao local para comprar chinelo 1

A advogada Aline Braga, de 26 anos, e o namorado, Brunello Amorim, jornalista, de 25 anos, que encontravam-se em lá resolveram intervir quando presenciaram o menino de 13 anos chorando e gritando no shopping. Aí notaram que um segurança estava o colocando para fora do local. Depois de ver a expulsão do menino, Aline direcionou-se ao segurança para saber o que havia acontecido. De acordo com a advogada, o segurança usou um tom super agressivo. "Se está com dó, leva pra casa", finalizou o funcionário. Quando virou-se para procurar a gerência, ouviu "Vá caçar um macho" do segurança.

Menino é expulso de shopping após ter sido levado ao local para comprar chinelo 2

Ao chegar no Serviço de Atendimento ao Cliente, o responsável não quis falar com a advogada. Foi então que o casal usou as redes sociais para denunciar o abuso ocorrido no shopping. Para o namorado da moça, Brunello, a cena foi de cortar o coração e foi muito ruim presenciar toda a cena e os olhares direcionados ao menino que ganharia um chinelo no shopping. Após toda a confusão o casal encontrou o menino do lado de fora do shopping. Ele estava chorando. Brunello e Aline deram 5 reais e também um chocolate. O casal ainda pediu para que ele fosse forte naquele momento.

Menino é expulso de shopping após ter sido levado ao local para comprar chinelo 3

Um trecho do relato fala muito bem da cena que aconteceu. Confira a narração por Brunello Amorim. " Um menino pobre, negro e com limões na mão era achincalhado por um segurança do shopping. O que a criança fazia ali? Eu te conto. Uma senhora o viu fazendo malabaris - que ele fazia com os limões - no semáforo e quis dar um chinelo pro garoto. Daí foram até as Havaianas, compraram o chinelo e ele sairia tranquilamente. A gente tinha presenciado a cena da senhora com o garoto e reparamos de longe os seguranças do shopping encarando a cena com olhar aterrorizante. Os olhares tornaram, em poucos minutos, em atitude. A atitude? Expulsar a criança do shopping.
O garoto ficou revoltado. Chorava e gritava. Enquanto o segurança o reprovava ainda mais. Em um dos gritos, proferiu ao segurança: - Você acha que é melhor que eu por que? Só por que eu sou favelado? Você é pobre igual eu." Confira o restante aqui.

Se você gostou deste artigo, deixe um comentário em nossa página! Compartilhe com os seus amigos e não esqueça de seguir o nosso perfil no Instagram!
Fonte: Pixabay / Twitter 1 / Twitter 2 / Twitter 3

Menino é expulso de shopping após ter sido levado ao local para comprar chinelo 4

Não perca o novo vídeo do nosso canal do Youtube! Não sabemos se o mais bizarro é conhecermos mais do espaço que do fundo do oceano ou o fato de existir vida por lá! Esses animais abissais evoluíram de um jeito tão peculiar que poderiam facilmente estar em filmes de extraterrestres! Conheça mais sobre o que o fundo do oceano nos guarda:

Modelo famosa é acusada de racismo por postar uma foto ao lado de uma criança trabalhando

A exploração do trabalho infantil é uma questão de alcance internacional que sempre gera indignação e controvérsia ao redor do mundo. No entanto, embora existam várias organizações responsáveis por garantir os direitos das crianças ao redor do nosso planeta e que também estão em constante luta para protegê-los contra esse tipo de fenômeno, os números continuam sendo alarmantes. A maioria desses casos de exploração do trabalho infantil é encontrada principalmente em países que estão em desenvolvimento.

Modelo famosa é acusada de racismo por postar uma foto ao lado de uma criança trabalhando

De acordo com os dados não oficiais, que varia dependendo da jurisdição de cada país, a idade mínima para uma criança realizar um trabalho remunerado e que não seja uma tarefa complexa, com uma carga de trabalho reduzida comparada a um trabalho normal, é de 15 anos. No entanto, em muitos dos chamados países em desenvolvimento, a idade para começar a trabalhar, embora raramente seja respeitada, começa aos 14 ou 13 anos, dependendo do local.

Modelo famosa é acusada de racismo por postar uma foto ao lado de uma criança trabalhando 1

Lamentavelmente, devido às altas taxas de corrupção que existem na maioria dessas nações, como dissemos anteriormente, as leis estabelecidas são raramente respeitadas sobre o que diz respeito a esse tipo de fenômeno social. Além disso, também é muito comum observar os inúmeros casos de pobreza extrema, desemprego e desigualdade de oportunidades devido principalmente às origens sócioeconômicas desse grupo de pessoas. Por esta razão, convivemos com imagens desanimadoras de crianças vendendo todos os tipos de mercadorias nas ruas, praças públicas, etc.

Modelo famosa é acusada de racismo por postar uma foto ao lado de uma criança trabalhando 2

Infelizmente, estas mesmas imagens são bastante frequentes nesses países. Além disso, por causa do número tão grande de crianças trabalhando nas ruas, para muitos habitantes que se deparam com essas situações, isso acaba sendo algo considerado como “normal”. Mas isso não ocorre apenas em bairros menos favorecidos ou em regiões rurais. Também está presente em lugares “exclusivos”, considerados como “ricos”. O caso de hoje trata exatamente disso e você verá a seguir que imagem controversa foi esta que causou polêmica na internet!

Modelo famosa é acusada de racismo por postar uma foto ao lado de uma criança trabalhando 3

O Caribe Mexicano é um dos destinos turísticos mais frequentados pelos apaixonados por praias que são verdadeiras paisagens paradisíacas. A grande beleza das águas azul turquesa das praias da Riviera Maya é algo que atrai milhares de visitantes todos os anos, o que gera um enorme impacto positivo para a economia dessa região. No entanto, por trás desse esplendor único, e que esbanja luxo por todos os cantos, há também histórias extremamente lamentáveis, que estão relacionadas à exploração de crianças. Um dos destinos mais populares dos que viajam a este belo destino é Cancún.

Modelo famosa é acusada de racismo por postar uma foto ao lado de uma criança trabalhando 4

Nesta pequena cidade localizada ao norte do estado de “Quintana Roo”, no México, é possível experimentar de grandes contrastes sociais que são nada mais, nada menos do que lamentáveis. No entanto, em muitas ocasiões você não precisa deixar as praias para observar exemplos de atraso social e desigualdade. Neles, é muito comum ver os habitantes de origens indígenas fazerem um esforço para levar seu sustento ao lar diariamente. Entre esses comerciantes, podemos encontrar crianças muito novas já trabalhando. Alguns banhistas apoiam a causa e consomem a mercadoria que vendem, muitos outros apenas rejeitam de forma irritada.

Modelo famosa é acusada de racismo por postar uma foto ao lado de uma criança trabalhando 5

A famosa modelo argentina, Stephanie Demner, que estava nas praias de Tulum, na Riviera Maya, postou algumas fotos na sua conta do Instagram, que logo geraram controvérsia. Na foto ela aparece ao lado de uma criança de origem indígena vendendo objetos na praia. A criança vendia pulseiras tecidas à mão, muito provavelmente feita pelos próprios habitantes da região. Quase imediatamente, muitos usuários do aplicativo começaram a criticar a postagem. Para muitos, o fato de compartilhar este tipo de foto é um ato recorrente de muitas celebridades para se auto promoverem.

Modelo famosa é acusada de racismo por postar uma foto ao lado de uma criança trabalhando 6

Também se falou sobre a conivência com o trabalho infantil e também aqueles que disseram que era uma cena racista. Demner decidiu esclarecer o mal-entendido ao observar as reações provocadas por suas fotos. A modelo decidiu eliminar primeiro os comentários ofensivos e insultantes e depois esclarecer a situação. Stephanie mencionou que em nenhum momento ela tentou ser racista e muito menos incentivar a exploração infantil. Ela disse que ela simplesmente ajudou o pai do menino, que disse ser Alex, para cuidar e brincar com ele enquanto o pai trabalhava, porque ele não tinha ninguém para cuidar da criança enquanto ele estava fazendo isso.

O que você acha desta foto? Se você gostou deste artigo, deixe um comentário em nossa página. Compartilhe com os seus amigos e não esqueça de seguir o nosso perfil no Instagram!
Fonte das imagens: Pexels / Pixabay / Facebook / Twitter

Modelo famosa é acusada de racismo por postar uma foto ao lado de uma criança trabalhando 7

Não perca o novo vídeo do nosso canal do Youtube! Sabe aquela ideia que as pessoas têm de filme de Bang-Bang com um caubói forasteiro habilidoso duelando com um assaltante de banco no meio da cidade? Ou de pessoas brigando em bares e sendo arremessadas na água dos cavalos? Bem, talvez não tenha sido bem assim... Confira neste vídeo os mitos em que muitos acreditam sobre o Faroeste, mas estão longe da realidade:

37
O que você acha?! Juntar-se à conversa

Como Se Lembrar das Suas Vidas Passadas