0 Comentário

Pragas do Egito: o que é mentira e o que não é?

Para quem é cristão e acredita na bíblia sagrada, essa pessoa sabe de cor a parte em que fala-se sobre as pragas do Egito. Mas será que nada do que está escrito no livro sagrado merece questionamentos ou melhor será que tudo ali aconteceu de verdade ou pode ter sido escrito de uma forma mais lúdica. Afinal, estamos falando de alguns fenômenos naturais não tão incomuns assim e podem ser explicados com alguma ajudinha aqui, porém será que a ciência é suficiente para explicar e ser maior do que a fé das pessoas. Pelo sim ou pelo não, o nosso artigo vem mostrar alguns pontos muito interessantes sobre o tema! Confira!

Pragas do Egito: o que é mentira e o que não é? 1

Bora fazer um pouco de contextualização aqui. As pragas do Egito estão dentro do Êxodo. Explicando rapidamente, o Deus de Israel manda as pragas para o Egito para que o Faraó liberte os hebreus, que no caso são escravizados. Somente após 10 pragas, o Faraó resolve libertar os hebreus.

Pragas do Egito: o que é mentira e o que não é? 2

Não perca o novo vídeo do nosso canal do Youtube! Os nossos hábitos e maniais podem até nos incomodar um pouco, mas como fazem parte da rotina, não costumamos pensar muito neles. Ainda assim, você já imaginou quanto nossas vidas podem melhorar se mudarmos pequenas atitudes que repetimos todos os dias?? Talvez você possa começar por estas cinco:

Duas vertentes

Uma delas é do físico britânico Colin Humphreys, autor de "Milagres do Êxodo", de 2003, onde ele explica que uma grande seca foi o bastante para a ocorrência dos vários fenômenos citados na bíblia.

Duas vertentes

A outra alternativa é do biólogo canadense Siro Trevisanato, autor do livro "As Pragas do Egito", de 2005, que fala que não foi uma seca, mas uma grande erupção a responsável por todos os fenômenos relatados!

Duas vertentes 1

1ª Praga: Água tornando-se sangue

De acordo com a bíblia, na primeira vez que Ramsés diz não libertar os hebreus, as águas do Nilo tornam-se vermelhas! E as águas do Nilo que naquele tempo significavam fertilidade, transformaram-se em sangue!

1ª Praga: Água tornando-se sangue

O que a ciência diz?

Altas temperaturas, geraram seca e deixou a águas vermelhas. Por que? Porque houve uma grande proliferação de algas pirrófitas, que tem a coloração avermelhada e também são responsáveis por liberar toxinas.

O que a ciência diz?

Outra explicação é a de que um terremoto causou tal cor por conta da erupção de um vulcão. Isso porque houve no fundo do rio a junção de ferro com um gás liberado pelos tremores, que misturados ao oxigênio gerou a ferrugem, por isso a coloração.

2ª praga: Rãs por todo lado

2ª praga: Rãs por todo lado

Sem sucesso na libertação dos hebreus houve a segunda praga. De acordo com Humphreys, a segunda é consequente da primeira. Sem oxigênio na água, as rãs tiveram que vagar para outros lugares.

2ª praga: Rãs por todo lado 1

Porém, voltando ao caso de seguirmos a outra linha de raciocínio, o gás da erupção vulcânica fez com que a água ficasse sem oxigênio e gerando a migração das rãs para outro lugar mais seguro.

3ª Praga: piolhos

3ª Praga: piolhos

Mesmo com a oferta dos egípcios aos seus deuses, as pragas continuam. Neste caso, a infestação dos piolhos. Partindo do princípio da seca do Nilo, a presença dos piolhos pode ser explicada pela multiplicação desses ovos de piolho, que já existiam, mas aumentaram durante a seca.

3ª Praga: piolhos 1

Enquanto isso, se realmente houve a erupção, a infestação de piolhos deveu-se a falta de higiene das pessoas que sem água limpa fez com que piorasse a situação. Afinal, o Nilo estava vermelho!

4ª Praga: Enxame de Moscas

Após os piolhos, esta foi a praga seguinte. Hebreus não foram atingidos, segundo a bíblia. Para Humphreys, isso foi devido à morte dos sapos que são predadores naturais das moscas que agora estão livres, leves e soltas...

Enquanto isso, a segunda teoria de ordem vulcânica, afirma que a falta de água limpa foi novamente responsável pela morte das pessoas, por falta de higiene, e também dos animais presentes no Nilo.

4ª Praga: Enxame de Moscas

5ª Praga: Animais mortos

Ramsés finge libertar os hebreus e é punido com a morte de animais. Segundo a teoria da seca do Nilo, a morte deles foi uma consequência de todos os outros fatos anteriores: água contaminada, mosca e piolhos.

5ª Praga: Animais mortos

6ª Praga: Úlceras e feridas

Há estudos que afirmam que as feridas aconteceram devido a presença de mais insetos do que o normal e que eles passaram a picar os egípcios. Para a teoria vulcânica, a erupção causou o aumento de dióxido de carbono que abriu feridas e bolhas.

6ª Praga: Úlceras e feridas

7ª Praga: Chuva de Pedras

Na bíblia fala-se de pedras, cinzas e fogo caindo do céu. Para cientistas, as chuvas são consequências de chuvas de granizo dotadas de muitos relâmpagos. E tendo como consequência, as faíscas. Regiões desérticas são propícias para o fenômeno. Para Nadine Blohm o que aconteceu foi devido à erupção vulcânica, daí a chuva de pedra.

7ª Praga: Chuva de Pedras

8ª Praga: Nuvem de gafanhotos

Plantações são inteiramente devastadas por gafanhotos. Para o autor do livro "Os Milagres do Êxodo" tudo aconteceu por conta das mudanças climáticas! E isso pode ser devido à última chuva ou a erupção vulcânica.

8ª Praga: Nuvem de gafanhotos

Uma outra teoria fala que a chuva de granizo deixou o ambiente úmido e frio, perfeito para a procriação dos gafanhotos através dos seus ovos. Já está dando para acreditar em algo?

8ª Praga: Nuvem de gafanhotos 1

9ª Praga: O céu em trevas

O céu permaneceu escuro por vários dias. Alguns estudiosos afirmam que o fato foi devido a uma tempestade de areia. Uma outra afirma que as cinzas do vulcão foram responsáveis pelo período de trevas descrito na bíblia.

9ª Praga: O céu em trevas

10ª Praga: Morte dos Primogênitos

De acordo com a bíblia, os primogênitos não hebreus morreram. Os hebreus protegeram-se colocando sangue de cordeiro em suas portas já que Deus havia assim os ordenado. Ramsés II chegou a perdeu seu filho.

10ª Praga: Morte dos Primogênitos

O que aconteceu, segundo especialistas, é que os primogênitos geralmente alimentavam-se primeiro por conta de uma cultura da época. Porém, este detalhe fez com que eles fossem os primeiros a morrerem intoxicados pelas fezes dos gafanhotos.

10ª Praga: Morte dos Primogênitos 1

Outra linha de estudo sugere que o dióxido de carbono, liberado durante a erupção, fez com que estas pessoas morressem intoxicadas ainda durante o sono. Uma morte silenciosa causada pelo gás.

Se você gostou deste artigo, deixe um comentário em nossa página! Compartilhe com os seus amigos e não esqueça de se inscrever em nosso canal no Youtube!
Imagens: Pixabay / Twitter 1 / Twitter 2 / Twitter 3 / Twitter 4 / Twitter 5 / Twitter 6 / Twitter 7 /

10ª Praga: Morte dos Primogênitos 2

Não perca o novo vídeo do nosso canal do Youtube! Normalmente, é melhor matar uma baleia ou um golfinho encalhado do que "resgatá-los" e colocá-los de volta no mar. Quer entender por quê? Confira neste vídeo:

1
O que você acha?! Juntar-se à conversa

Como Se Lembrar das Suas Vidas Passadas